Na onda dos veículos elétricos, muitas montadoras aproveitam a redução da estrutura funcional necessária para extrapolar no design — e uma startup norueguesa resolveu entrar nesse rol com o Podbike Frikar, que ela alega ser “o menor carro do mundo”.

O título não vem por menos: o diferentão mede 230 cm de comprimento, 84 cm de largura e, segundo a fabricante, é dois centímetros mais largo do que o Lamborghini Miura, o que promete a seus motoristas a sensação de “dirigir um carro” enquanto está no Frikar.

publicidade

Porém, as comparações com qualquer Lamborghini param por aqui. Para falar a verdade, carro é um exagero — o veículo é, na verdade, é um velomóvel: uma configuração com disposições de carro, porém, com estrutura de triciclo. Inclusive, movido a pedaladas.

Menor carro do mundo corre à 60 km/h

menor carro do mundo andando em frente a casa
Imagem: Divulgação/Frikar

No entanto, ao contrário de suas parentes distantes eletroconvertidas, o “menor carro do mundo” possui três motores de 250 W, cada um localizado próximo a um dos pneus. Ao pedalar, o motorista do Podbike irá gerar potência para os motores traseiros, que também fazem às vezes de freio regenerativo.

Equipado com uma bateria de 877 W/h (que pode ser expandida com um módulo de duas células auxiliares), a autonomia do veículo está prevista para 80 km, o que faz do Frikar um transporte mais direcionado para curtas viagens. Descidas e trechos inclinados prometem aumentar a autonomia do veículo em até 40%.

Ao todo, a velocidade máxima fornecida pelo trem de força é de 25 km/h. Porém, segundo a fabricante, este valor pode variar, a depender de alguns fatores. Pedalando inspirado e descendo morros, por exemplo, o Podbike pode pegar até 60 km/h.

A cabine, de abertura vertical, igual a um cockpit de aeronave, comporta pessoas de até 2 metros de altura, e possui espaço para transportar bagagens (ou, segundo a empresa, adaptações para levar uma criança). A produção do Frikar começa no final deste ano, com custos de 4,995 euros — R$ 31,4 mil, na conversão de hoje, sem taxas.

Imagem: Divulgação/Frikar

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!