As big techs Apple e Google receberam uma multa no valor de € 10 milhões (cerca de R$ 63 milhões em conversão direta) do órgão regulador de concorrência da Itália (AGCM, ou Autorita’ Garante della Concorrenza e del Mercato). O motivo? A dupla estava utilizando sem consentimento prévio os dados dos usuários para fins comerciais. 

As gigantes da indústria de tecnologia são acusadas de não informar corretamente aos usuários quando os seus dados serão usados ​​dessa forma, o que, segundo as autoridades, impede que os clientes possam concordar ou não com essa prática.

publicidade

O Google já emitiu um comunicado através de um porta-voz. A gigante de busca discorda da decisão e deve apelar: “(…) trabalhamos muito para estar em total conformidade com as regras de proteção ao consumidor”, acrescentou a empresa. A Apple, por sua vez, ainda não comentou o caso.

Leia mais:

Apple e Amazon também receberam multas antitruste de mais de R$ 1 bilhão

Fachada da empresa Apple
Apple e Amazon terão que arcar com cerca de € 200 milhões (mais de R$ 1, 26 bilhão) por restringirem quem pode vender produtos Apple e Beats na Amazon italiana. Imagem: ZorroGabriel/Shutterstock

Sobre a empresa de Tim Cook, vale ressaltar que já é a segunda multa recebida ao longo dessa semana na Itália. Em outro caso, Apple e Amazon terão que arcar com cerca de € 200 milhões (mais de R$ 1, 26 bilhão) por adotarem uma estratégia de restringir quem pode vender produtos Apple e da marca Beats na Amazon italiana. 

Ainda em 2018, as duas empresas firmaram um acordo em que apenas alguns vendedores teriam permissão para vender tais produtos na ‘Amazon.it’, o que, segundo o AGCM, quebra as regras de concorrência da União Europeia.

Tanto a Apple como a Amazon disseram à Reuters que planejam recorrer. Em sua defesa, a Apple disse que o acordo existe para garantir que os clientes comprem sempre produtos genuínos. A Amazon, por sua vez, classificou a multa como “desproporcional” e acrescentou que a parceria com a Maçã beneficia os clientes italianos “com melhores ofertas e envio mais rápido”.

No fim, ainda que as multas sejam aplicadas, dificilmente será algo que vai impactar o caixa tanto da Apple como do Google. A empresa de Cupertino — condenada a pagar indenização para um cliente que teve o seu iPhone roubado no Brasil — registrou US$ 83,4 bilhões em receita no último trimestre, enquanto a gigante de buscas registrou US$ 65,1 bilhões no mesmo período.

Via: The Verge

Imagem principal: 360b/Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!