Os estados do Kentucky e Illinois, nos EUA, foram assolados por dois tornados ao longo do último fim de semana, deixando quase 100 mortos mas, segundo as autoridades, essa contagem deve aumentar ao longo da semana. Outros estados também foram atingidos.

A situação começou na sexta-feira (10), com o tornado atravessando o Kentucky e destruindo diversos edifícios, segundo imagens e vídeos registrados nas redes sociais. No Twitter, um vídeo em particular chama a atenção: capturada por um drone, a mídia mostra a Corte de Graves County, um edifício histórico construído no século XIX, quase que inteiramente destruído.

publicidade

Leia também

De acordo com Kathy O’Nan, prefeita do município de Mayfield, onde o edifício estava, a região foi “reduzida a palitos”: o município de 10 mil residentes foi classificado por autoridades como o “epicentro” da tempestade, com quarteirões inteiros destruídos, carros virados, troncos de árvores arrancados de suas raízes e edifícios de variados tamanhos reduzidos ao alicerce.

O governador do Kentucky, Andy Beshear, disse que a contagem de pessoas mortas está “entre 50 e 100”, mas ele teme que esse número aumente consideravelmente nos próximos dias, à medida que as forças de resgate e emergência avançam sobre a área destruída. “Esse é provavelmente o tornado mais severo na história de nosso estado”, ele disse à AFP.

Funcionários da Amazon ficaram presos em armazém

Em Edwardsville, Illinois, cerca de 100 funcionários de um armazém de montagem de encomendas da Amazon ficaram presos no edifício. De acordo com o chefe dos bombeiros local, James Whiteford, outros 45 funcionários conseguiram deixar o armazém, mas ele também contabilizou seis fatalidades.

Adicionando ao medo já vivido na situação, Whiteford também disse aos jornais locais que os esforços de emergência deixaram o foco de “resgate” e passaram a se concentrar em “recuperação”. No jargão técnico, isso significa que os bombeiros não esperam tirar muitas pessoas de lá com vida.

O fundador e ex-CEO do grupo Amazon, Jeff Bezos, disse que estava “de coração partido”. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que pretende visitar todas as áreas afetadas: além de Kentucky e Illinois, outras mortes também foram registradas no Tennessee (4), Arkansas (2) e Missouri (2).

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!