O sucesso de crítica do Dolphin, lançado oficialmente meses atrás no Salão de Chengdu, trouxe ótimas perspectivas para a BYD. Tanto que a marca chinesa trabalha agora com a previsão de 1,2 milhão de carros elétricos vendidos em 2022, segundo declaração do presidente Wang Chengfu, em coletiva nesta quinta-feira (16). Deste total, 360 mil unidades devem ser apenas do Dolphin (na imagem em destaque).

Wang disse que, inicialmente, a BYD planejava vender 6 mil unidades do compacto elétrico por mês. No entanto, o mandatário da montadora chinesa vê potencial para que o valor aumente para entre 20 e 30 mil exemplares mensais — o que chegaria à marca supracitada no texto. Vale ressaltar também que o número previsto pela BYD se refere apenas ao mercado nacional.

publicidade

Agora, se a montadora fabricar Dolphins suficientes para exportação, é bem possível que a marca vá além dos 30 mil. E, aparentemente, os chineses já trabalham nisso, com a recente finalização da fábrica em Changzhou, leste do país — a produção esperada por lá é de 200 mil veículos 100% elétricos por ano.

BYD Dolphin
BYD Dolphin: montadora espera vender 360 mil unidades na China em 2022 (BYD/Divulgação)

Dolphin tem potencial para competir com veículos a gasolina

Pela maioria das resenhas que saíram sobre o Dolphin no exterior — esperamos testá-lo um dia, mas por aqui a montadora ainda engatinha com o Tan e o Han —, o otimismo da BYD com o carro elétrico é justificável.

Um pouco maior do que um Honda Fit, o modelo tem uma distância entre eixos comparável à de um popular como o Honda Civic e sai por um preço relativamente razoável (inclusive no Brasil): 100.000 yuans — o equivalente a R$ 89 mil na taxa de câmbio atual e US$ 15.700. Isso o credenciaria, certamente, a ser um carro competitivo mesmo frente aos veículos a gasolina.

Um outro ponto interessante é que o BYD Dolphin funciona a 800V, o que permite um carregamento rápido eficiente mesmo com a relativamente pequena bateria de 30,72 kWh (a versão premium vem com uma bateria de 44,93 kWh, é preciso dizer).

Até o presente, no entanto, a BYD ainda não anunciou planos para vender o Dolphin nem no mercado europeu nem no americano. Esperemos pelos próximos meses.

Via Autoevolution

Imagem: BYD/Divulgação

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!