Com o aumento de casos de Covid-19 nos EUA por causa da variante Ômicron, várias companhias estão cancelando sua participação presencial na CES 2022. O evento vai acontecer em Las Vegas de 5 a 8 de janeiro.

Hoje, a Advanced Micro Devices (AMD), Micro-Star International e Procter & Gamble (P&G) disseram que não vão mandar funcionários para o evento de tecnologia.

publicidade

Um porta-voz da Consumer Technology Association (CTA), a organizadora da CES 2022, disse à Reuters que todos os participantes serão obrigados a usar máscaras e apresentar comprovante de vacinação. Além disso, testes de Covid-19 também serão oferecidos durante o evento.

Mesmo com todas as precauções, outras grandes companhias também optaram por não participar da CES este ano. General Motors, Google, Meta (antigo Facebook), Twitter, Lenovo, AT&T, Amazon, OnePlus e MSI também cancelaram a participação presencial.

Leia mais:

“Nossos compromissos em pessoa farão a transição para apresentação virtual para garantir a saúde e segurança de nossos funcionários, parceiros e comunidades”, disse um porta-voz da fabricante de processadores AMD.

Mesmo com todos os cancelamentos, a CTA não deu indícios de que pode não realizar a CES 2022, já que a organizadora confia em seus procedimentos de saúde para garantir a segurança dos participantes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!