Após se infectar com a nova variante, quando a pessoa se torna contagiante? Ainda não se tem todas as respostas para as inúmeras dúvidas que a Ômicron tem gerado, mas alguns dados iniciais indicam que os indivíduos podem se tornar contagiosos mais cedo do que com outras variantes, como a Delta e Gama, sendo possível até um dia após a infecção.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos afirma que as pessoas com Covid-19 são mais infecciosas em alguns dias antes e depois do desenvolvimento dos sintomas. Porém, esse espaço de tempo acontece mais rápido com a Ômicron, segundo especialistas.

Isso acontece porque a Ômicron pode causar sintomas de forma mais rápida do que as demais variantes da Covid-19, sendo em média de três dias após a infecção, de acordo com alguns estudos preliminares. Já com base em dados anteriores, significa que pessoas com o vírus podem começar a se tornar contagiosas um dia depois da infecção.

Com as variantes anteriores, as pessoas se tornaram contagiosas dois a quatro dias depois da infecção. Além disso, elas seguem contagiosas alguns dias após os sintomas desaparecerem.

publicidade

A Dra. Amy Karger, da Faculdade de Medicina da Universidade de Minnesota, recomendou que as pessoas se testem três dias e cinco dias após a exposição. “Muitas pessoas estão se tornando positivas no terceiro dia”, diz Karger, referindo-se ao omicron. Há basicamente uma oportunidade aqui de pegar as pessoas mais cedo do que você faria com as outras variantes”, disse Karger sobre a variante Ômicron.

Leia mais:

As pessoas que apresentam qualquer sintomas de Covid-19 devem fazer o teste imediatamente. Os testes em laboratório são mais eficazes do que os testes rápidos, detectando o vírus no terceiro dia após a exposição, se não antes.

As pessoas que não desenvolvem sintomas costumam apresentar níveis virais mais baixos e por isso é mais difícil identificar quando se tornam infecciosas. Só que da mesma forma, quem testar positivo deve se isolar por pelo menos cinco dias, segundo as últimas diretrizes do CDC.

Fonte: Medical Xpress

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!