Games e Consoles

Blizzard direciona mensagens a jogadores em busca de retomar confiança

21/01/22 17h29, atualizada em 21/01/22 18h57
blizzard

Divulgação/Blizzard

Mike Ybarra, chefe da Blizzard, assinou uma nova carta direcionada aos jogadores, descreveu planos sobre a cultura da companhia, abordando diversos problemas levantados pelos processos e investigações cercando a Activision Blizzard.

Na carta, publicada no blog da Blizzard, Ybarra destaca das dificuldades que o ano de 2021 trouxeram. “Como indivíduos, nós nos importamos em tratar todos ao nosso redor com respeito e dignidade. Como profissionais, nós nos importamos profundamente sobre nossos ofícios, e queremos trabalhar no ambiente mais solidário e seguro possível,” refletiu o executivo.

Mike Ybarra, chefe da Blizzard. Divulgação

“A nossa maior prioridade – agora e no futuro – é o trabalho que estamos fazendo para reconstruir a sua confiança na Blizzard”, a carta destaca. O post detalha passos tomados para “melhorar a nossa cultura” e “comunicação com a comunidade” e que o sucesso dos executivos e gerentes da Blizzard serão medidos pela habilidade do estúdio em criar um “ambiente de trabalho seguro, inclusivo e criativo.”

A Blizzard está contratando recursos internos dedicados a monitorar e melhorar a sua cultura. “Com muita frequência, esse esforço importante recai sobre grupos de recursos para funcionários, cheios de pessoas que já tem trabalhos em tempo integram,” explicou Ybarra.

O estúdio estabeleceu novas posições para um líder de cultura, um novo líder organizacional de recursos humanos, e um líder de diversidade, equidade e inclusão. A Blizzard ainda está em processo de contratação para essas posições.

Do mesmo modo, o estúdio triplicou os times de investigação e conformidade, e, de acordo com Ybarra, “compartilhou dados representativos internamente com nossos times” e construiu um “programa de feedback ascendente”, buscando que os empregados tenham confiança para avaliar a gerência.

Leia mais!

Apesar desses esforços, Ybarra admitiu que isso é apenas o começo do trabalho para reconquistar a confiança dos jogadores e da comunidade gamer. Tudo isso vêm após os escândalos de má conduta no local de trabalho envolvendo companhias do grupo Activision Blizzard, que resultaram na venda para a Microsoft.

Algo a se destacar é que Ybarra dividia a chefia da Blizzard com Jen Oneal, mas a executiva deixou o cargo recentemente. Houve informações do site IGN de que ela recebia menos que Ybarra, mesmo ocupando o mesmo cargo, e não recebeu uma proposta para equiparar o pagamento até depois de pedir demissão, mesmo que tanto ela quanto Ybarra tenham solicitado que essa equiparação salarial ocorresse antes.

A Blizzard, juntamente com a companhia-mãe Activision Blizzard, será adquirida pela Microsoft, com planos de que a transação seja efetivada em 2023.

Antes de assumir a chefia da Blizzard, Mike Ybarra foi vice-presidente da Xbox.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!


Amazon Prime também é feito para jogadores!

Todo mês, obtenha itens exclusivos, jogos grátis, uma assinatura gratuita na Twitch.tv e muito mais com sua assinatura Prime. Clique aqui para um teste gratuito de 30 dias.

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você
Tags