A atriz Isabelle Fuhrman retornará ao papel de Esther, apresentada no filme de 2009 “A Órfã”, no prelúdio “Orphan: First Kill” (ainda sem título em português), e o fará sem uso de efeitos de CGI.

Na época, o primeiro filme deixou o público atordoado com a revelação final sobre a criança assassina, interpretada por Isabelle Fuhrman, que tinha apenas 12 anos nas gravações. Agora, 12 anos mais tarde, ela reviverá o papel de Esther em “Orphan: First Kill”.

publicidade

Agora, o fato que promete deixar todo mundo atordoado é que a atriz de 24 anos, que interpretará uma Esther de apenas 9 anos de idade, sem o auxílio de CGI, ou computação gráfica.

No filme original, é revelado que Esther, uma garotinha de 9 anos ,na verdade é uma serial killer da Estônia de 33 anos, com nanismo proporcional causado por hipopituitarismo, o que ela usa para fingir que é uma criança por anos e anos, sendo adotada por várias famílias.

Agora, a Paramount está produzindo um prelúdio que se passará anos antes dos acontecimentos de “A Órfã”, e Fuhrman voltará no papel de uma Esther de 9 anos de idade, sem uso de computação gráfica, nem truques de maquiagem muito grandes, de acordo com a atriz, numa entrevista ao The Hollywood Reporter.

Ela comentou sobre como “Orphan: First Kill” será um dos primeiros filmes em que um adulto retorna viver o papel de uma “criança” que interpretou quando era mesmo criança.

Leia mais:

“Will Smith, por exemplo, recentemente fez aquele filme [Projeto Gemini] em que eles retiram a idade de alguém, mas para reprisar um papel em que você literalmente fez quando crianças, como adulto, nunca foi feito antes,” disse Fuhrman ao THR. “É meio que impossível. E nós fizemos isso. Nós não usamos efeitos especiais, nós não usamos nenhum truque de maquiagem louco. E eu acho que isso é o que faz esse filme funcionar, é porque você realmente não consegue descobrir como eu pareço como uma [criança de 9 anos], mas eu pareço. E é bem arrepiante.”

Apesar disso, Fuhrman nem considera essa a parte mais desafiadora para ela, e sim convencer a si mesma de que poderia interpretar uma criança desta vez. “Porque essa foi a parte fácil da última vez, a parte difícil foi tentar ser uma adulta. Agora, a parte difícil é que eu tenho que ser uma criança,” explicou a atriz.

“Orphan: First Kill” ainda não teve sua data de lançamento anunciada.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!