A Zoox já está testando seu robotáxi elétrico, ainda sem nome, em “campos semi-privados” na Califórnia. De acordo com o CTO e co-fundador da empresa, Jesse Levinson, a empresa, no momento, vem testando “dezenas” dessas unidades com pessoas fora de seu ambiente corporativo, já como um ensaio para as sessões em vias públicas.

Quando questionado sobre o local dos testes, durante coletiva realizada nesta quinta-feira (10), Levinson preferiu tergiversar. Avisou, no entanto, que a localidade não é restrita a empregados da Zoox.

publicidade

“As pessoas com quem estamos interagindo, sejam ciclistas, pedestres e veículos, não são outros agentes da Zoox”, diz Levinson. “Não é como [se os testes fossem em] um campus fechado da Zoox.”

Além do robotáxi, a Zoox também testa um Toyota Highlander equipado com seu sistema de direção autônoma em San Francisco, Las Vegas e Foster City, perto de sua sede. Recentemente, a subsidiária da Amazon expandiu os ensaios para Seattle. Todos os carros contam (ao menso por enquanto) com auxílio humano ao volante.

Robotáxi elétrico da Zoox
Robotáxi da Zoox: ainda sem previsão de lançamento (Zoox/Divulgação)

Lançamento sem previsão

Embora esteja trabalhando com o Highlander, a Zoox ainda não desistiu de lançar o robotáxi apresentado em dezembro de 2020. De acordo com a startup, o desempenho do carro elétrico deve impressionar.

Repleto de sensores e com movimento bidirecional, pode transportar, segundo a Zoox, quatro pessoas a uma velocidade de até 120 km/h. É também equipado com uma bateria de 133 kWh que consegue operar por até 16 horas com uma única recarga.

Sobre os testes com o robotáxi elétrico, Levinson novamente tergiversou, embora tenha dito que o próximo passo “não está longe” e que “não estamos falando de anos”. Enquanto isso, a empresa continua a construir os robotáxis na fábrica de 13.935 m2 em Fremont, na Califórnia (EUA) — ainda sem previsão oficial de lançamento.

Via Techcrunch

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!