Desde que anunciou os indicados ao Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas vem enfrentando diversos dilemas na tentativa de garantir um show melhor do que o do ano passado e que ao mesmo tempo se adeque às medidas de segurança impostas pela Covid-19. Agora, a nova polêmica é sobre a decisão do evento de não transmitir ao vivo todas as categorias, uma estratégia para apresentar um programa mais simplificado.

Como a pandemia mudou as regras do Oscar 2021. Imagem: LanKS/Shutterstock.com
Oscar removeu categorias da cerimônia? Entenda o novo formato do evento e o motivo da polêmica. Imagem: LanKS/Shutterstock.com

O Oscar apresenta no total 23 categorias, contudo, este ano oito delas ficarão de fora da apresentação ao vivo, sendo premiadas uma hora antes do início da transmissão do Oscar na ABC, conformou informou a Variety. Entre as categorias excluídas estão: curta documental, edição de filme, maquiagem e penteado, trilha sonora original, design de produção, curta de animação, curta de ação ao vivo e som.

Leia mais!

Nos últimos anos, o Oscar vem sofrendo diversas críticas por muitos fatores, um eles é a de ser prolixo nas apresentações, além do consenso de que algumas classificações não fazem sentido. Com a chegada da pandemia, o evento precisou realizar diversas mudanças e, possivelmente, aproveitou o embalo de alterações para otimizar o show.

publicidade

“Depois de ouvir atentamente os comentários e sugestões de nossa comunidade cinematográfica, nosso parceiro de rede e todos aqueles que amam o Oscar, ficou evidente que precisávamos tomar algumas decisões sobre a transmissão que fossem do melhor interesse para o futuro de nosso programa e nossa organização”, escreveu o presidente da Academia, David Rubin, em uma carta enviada aos membros do grupo.

Os indicados nas categorias de prêmios que serão concedidos antes do show foram informados da revisão durante uma chamada do Zoom na terça-feira (22).

E qual é o problema nisso?

A polêmica, na verdade, não é nova. Em 2019, a Academia tentou instaurar um plano parecido na apresentação, explicando que alguns premiados receberiam o título durante os comerciais do show, ou seja, fora das câmeras. Assim como a notícia na época incomodou convidados e artistas, que disseram que o Oscar estava minimizando as contribuições de colaboradores e produtores menores, o que fez com que a administração do evento desistisse da mudança.

Agora, a discussão volta à tona com o novo e repaginado formato. Contudo, isso não significa que o Oscar excluiu as categorias, aliás, uma pequena edição da premiação dos grupos fora da transmissão ao vivo deverá ser realizada e transmitida posteriormente em menor tempo. Ainda segundo a Variety, fontes disseram que a edição será tão bem casada com o ao vivo que será imperceptível que a primeira hora do show foi gravada e editada.

Uma outra questão levantada, no entanto, é como a Academia irá garantir que os premiados não vazem informações antes do evento começar oficialmente. Para driblar isso, os premiados serão anunciados antes via Twitter, evitando surpresas, mas também tirando a curiosidade do espectador em assistir ao evento.

Oscar 2021. Troy Harvey/A.M.P.A.S.
Oscar removeu categorias da cerimônia? Entenda o novo formato do evento e o motivo da polêmica. Troy Harvey/A.M.P.A.S.

Ainda na carta enviada por Rubin, o presidente esclarece, contudo, que essa será uma experiência, uma tentativa para otimizar o programa, sendo possível retirar o formato ou planejar outro melhor.

“Percebemos que esse tipo de mudança pode gerar preocupação com a equidade e pedimos que você entenda que nosso objetivo tem sido encontrar um equilíbrio no qual indicados, vencedores, membros e audiência tenham uma experiência gratificante no programa. No futuro, avaliaremos essa mudança e continuaremos procurando maneiras adicionais de tornar nosso show mais divertido e emocionante para todos os envolvidos, dentro do Dolby Theatre e para quem está assistindo em casa”, explicou.

Vale destacar que o Oscar entra em 2022 em seu 94º ano e a premiação sofre pressão para aumentar a audiência da ABC, emissora da cerimônia. A apresentação do ano passado foi a menos assistida na história, com apenas 9,23 milhões de espectadores, uma queda de 51% em relação aos 18,69 milhões de espectadores em 2020. As estatísticas com certeza encorajaram a equipe a efetuar as mudanças.

O Oscar 2022 será apresentado por Amy Schumer, Regina Hall e Wanda Sykes. A cerimônia está marcada para o dia 27 de março (domingo), a partir das 21h.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!