A Tesla anunciou nesta segunda-feira (28) que vai oferecer supercarregamento gratuito em cidades próximas da fronteira da Ucrânia. O objetivo é atender donos de carros elétricos que estejam fugindo do conflito do país com a Rússia. O anúncio foi dado em e-mail enviado aos proprietários da marca no leste da Europa e abrange inicialmente postos localizados na Polônia, Eslováquia e Hungria.

“A partir de segunda-feira, estamos habilitando temporariamente o supercarregamento gratuito para carros Tesla e não-Tesla em áreas afetadas pela situação recente na Ucrânia”, diz a nota, recentemente divulgada pelo usuário Lukasz Srednicki no Twitter. “Começando com: Trzebownisko (Polônia), Kosice (Eslováquia), Miskolc (Hungria) e Debrecen (Hungria). Esperamos que isso ajude vocês a terem tranquilidade em chegar a um local seguro.”

publicidade

A Tesla ainda não opera oficialmente na Ucrânia, mas no país já há proprietários que importam carros da marca. Alguns anos atrás, o grupo de abastados chegou inclusive a fazer um apelo a Elon Musk para que a montadora americana entrasse no mercado ucraniano e implantasse uma rede de serviços e estações de carregamento.

Por enquanto, há apenas rumores de uma entrada da Tesla na Ucrânia — caso a guerra no país arrefeça em algum momento. Em um mapa do computador de bordo da marca, entretanto, é possível ver já a marcação de dois postos planejados (o ícone na cor cinza) no oeste do território: um próximo de Lviv e outro de Kiev, a capital do país.

Exceção para os concorrentes

Esta é a primeira vez que a Tesla abre, de forma gratuita, seus postos de supercarregamento para modelos de concorrentes. Semanas atrás, a montadora americana chegou a habilitar os Superchargers para carros elétricos de outras marcas na Holanda, porém com uma taxa de cobrança. Antes, o acesso aberto chegou a ser testado em cidades de Polônia, França, Bélgica e Alemanha.

“O acesso a uma rede extensa, conveniente e confiável de carregamento rápido é fundamental para a adoção dos carros elétricos em larga escala”, diz o texto da marca em seu website. “Sempre foi nossa ambição abrir a rede Supercharger para elétricos não-Tesla e, ao fazê-lo, incentivar mais motoristas a se tornarem elétricos.”

Ainda neste fim de semana, o CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou que vai enviar terminais da Starlink, serviço de internet via satélite, para a Ucrânia. Desde que começou a invasão russa, o país tem enfrentado uma série de problemas com o fornecimento de internet.

Imagem: Roschetzky Photography/Shutterstock

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!