O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (9) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 em locais abertos. O equipamento continua sendo obrigatório em ambientes fechados, como lojas e transporte público.

“A decisão se deve fundamentalmente ao avanço da vacinação”, disse o govenador João Doria. O mandatário também confirmou que a regra tem validade imediata e indicou que o uso obrigatório em locais fechados pode ser liberado em breve. “Se tudo continuar correndo bem, até o dia 23 de março, São Paulo pode anunciar a liberação completa do uso de máscaras em todos ambientes e em todas as circunstâncias”, completou.

publicidade

Uso obrigatório de máscara

O uso de máscaras contra a Covid-19 é obrigatório em locais abertos e fechados de São Paulo desde maio de 2020, no começo da pandemia. No momento o estado conta com mais de 74% da população adulta está com esquema vacinal completo. A medida tem dividido especialistas.

Leia mais:

O estado de São Paulo atingiu o pico da Ômicron em fevereiro e atualmente apresenta um processo de queda nas internações, sendo uma redução de 62% nas enfermarias e 52% nas unidades de terapia intensiva (UTI). 

No Rio de Janeiro, a prefeitura da capital colocou fim no uso obrigatório de máscaras em locais fechados, incluindo transporte público. “Cumprindo as determinações do Comitê Científico amanhã sai decreto acabando com a obrigatoriedade de máscaras em espaços abertos e fechados. Com um esforço para vacinar aqueles que podem tomar dose de reforço, em 3 semanas acabamos também com o passaporte”, escreveu o prefeito nas redes sociais.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!