Será possível que Jesus Cristo fosse um mutante do universo dos X-Men? Segundo a Marvel, sim. É o que sugere um diálogo presente na HQ Immortal X-Men nº 1, lançada nos Estados Unidos.

Cuidado: spoilers a seguir!

publicidade

Na história escrita por Kieron Gillen e do artista brasileiro Lucas Werneck, o ex-supervilão Êxodo e Hope Summers conversam na ilha mutante de Krakoa. Nisso, ele insiste em chamar Hope de ‘Messias’, pois ela foi a primeira mutante nascida após o Dia-M, se referindo ao dia que houve a dizimação mutante de Wanda Maximoff, e é considerada por alguns como a heroína que irá salvar tanto os mutantes quanto a humanidade.

Além disso, Hope também seria a atual hospedeira do poder da Força Fênix, tendo suas habilidades ampliadas, porém, a personagem não gosta do título de ‘Messias’ e pede a Êxodo para não chamá-la assim. Ela diz que “não há necessidade de entrar em religião”. Veja abaixo:

Êxodo diz a Hope Summers que Jesus teria sido um mutante
(Imagem: Reprodução/Marvel)

Em seguida, ele conta a ela sobre um certo mutante de Nazaré que “inspirou uma igreja entre os humanos, ressuscitando um casal dos mortos”. Mesmo nas entrelinhas, é possível que esteja falando de Jesus Cristo, que teria salvado pelo menos quatro pessoas da morte. “Eu acabei de ver você superando isso nos últimos cinco minutos. E agora…Você nos deu um paraíso de verdade”, complementou.

Êxodo reforça que testemunhou Hope bater tal recorde, pois ela faz parte do grupo chamado ‘Os Cinco’, que tinham por objetivo ressuscitar os mutantes mortos. O grupo também é composto por Tempus, Proteus, Elixir e Egg, com a capacidade de trazer mutantes de volta a vida apenas porque Hope utiliza seus poderes para amplificar as habilidades dos outros quatro membros.

Leia mais!

Fonte: CBR

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!