Recentemente, a China lançou um novo satélite de sensoriamento remoto de alta resolução para aumentar sua capacidade de monitorar a atividade oceânica.

De acordo com a agência de notícias estatal Xinhua, o satélite Gaofen-3 (oficialmente nomeado “Gaofen3-03” por ser o terceiro de seu tipo) decolou na última quinta-feira (7) no topo de um foguete Longa Marcha 4C, do Centro de Lançamento de Satélites Jiuquan, no deserto de Gobi.

publicidade

Ainda segundo o comunicado, o satélite vai produzir imagens de radar de resolução de 1 metro para auxiliar na prevenção e mitigação de desastres marinhos, monitoramento dinâmico dos oceanos, proteção ambiental e outras atividades.

Leia mais:

O novo satélite se junta aos outros dois Gaofen 3, todos circulando cerca de 755 quilômetros acima da Terra, em órbitas síncronas do Sol. O par anterior foi lançado em 2016 e 2021, respectivamente.

Juntos, eles vão formar uma rede para permitir passagens mais frequentes sobre determinadas áreas da Terra. Os satélites Gaofen (termo que, no idioma chinês, pode ser traduzido como “alta resolução” ou “alta pontuação”) carregam sistemas de imagem usados pelo governo chinês para a observação de diversas demandas. 

A missão foi a nona de 2022 do programa espacial chinês, que investiu pesado em sua expansão nos últimos dois anos, e conta com pelo menos mais 50 lançamentos até o final do ano.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!