Pela segunda vez em menos de três semanas, a SpaceX levou um grupo de astronautas à Estação Espacial Internacional (ISS). A cápsula Crew Dragon Freedom, que conduziu a missão Crew-4, atracou com o laboratório em órbita na quarta-feira (27), por volta das 20h37 (pelo horário de Brasília), a 420 km acima do Oceano Pacífico central.

A cápsula Crew Dragon Freedom atracou com a ISS na noite desta quarta-feira (27), entregando quatro tripulantes ao laboratório orbital. Imagem: NASA TV

O acoplamento se deu pouco menos de 16 horas depois da espaçonave decolar no topo de um foguete Falcon 9, configurando a viagem mais rápida de todos os tempos de uma Dragon à estação. 

publicidade

Às 22h15, as escotilhas foram abertas, e os astronautas da NASA Kjell Lindgren, Bob Hines e Jessica Watkins, além de Samantha Cristoforetti, da Agência Espacial Europeia (ESA), finalmente puderam adentrar flutuando na ISS, que será sua casa pelos próximos seis meses. É importante destacar que Watkins está fazendo história como a primeira mulher negra a voar em uma missão de longa duração para a estação.

Leia mais:

Eles se juntaram aos sete atuais moradores do laboratório orbital, os astronautas Thomas Marshburn, Kayla Barron e Raja Chari, da NASA, Matthias Maurer, da ESA, e os cosmonautas Oleg Artemyev, Denis Matveev e Sergey Korsakov, da Roscosmos. 

Em breve, a população da ISS vai diminuir novamente, tendo em vista que Marshburn, Barron, Chari e Maurer — os tripulantes da missão Crew-3 da SpaceX, lançada em novembro passado — estão programados para retornar à Terra na próxima semana.

Lançamento da SpaceX Crew-4 precisou aguardar o retorno da missão Ax-1

Como o nome sugere, Crew-4 é a quarta missão tripulada operacional que a SpaceX levou à ISS para a NASA. 

Em 9 de abril, a cápsula Dragon Endeavour chegou ao complexo orbital com uma tripulação totalmente privada, da missão Ax-1 (organizada pela Axiom Space), o primeiro voo à ISS sem a presença de nenhum astronauta da ativa de qualquer agência espacial federal. 

Eles deveriam ter deixado a ISS no dia 19, mas o mau tempo na zona projetada de mergulho de pouso adiou a partida para domingo (24). Esse atraso, por sua vez, empurrou o lançamento da missão Crew-4 de sábado (23) para a madrugada de quarta-feira (27).

Isso porque a cápsula Endeavour ocupava o mesmo porto de atracação da ISS que a Crew Dragon Freedom está usando agora. Além disso, a NASA anunciou que necessitaria de cerca de dois dias entre o retorno da missão Ax-1 e o lançamento da Crew-4 para analisar dados e fazer outros preparativos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!