Como uma estratégia para viver, uma espécie de aranha tropical cria bolhas de ar para ficar embaixo d’água e se esconder dos predadores por até 30 minutos, segundo pesquisadores da Universidade de Binghamton, da Universidade Estadual de Nova York.

A professora Lindsey Swierk, que atua nas pesquisas no setor de ciências biológicas na Universidade de Binghamton, Universidade Estadual de Nova York, notou uma grande aranha tropical (com o nome científico de Trechalea) fugindo de humanos e se escondendo rapidamente debaixo d’água.

publicidade

Até o momento, a espécie não era conhecida por usar água como estratégia para escapar das possíveis ameaças. Swierk até já havia observado um tipo de lagarto que era capaz de ficar debaixo d’água por cerca de 16 minutos para também se esconder de predadores.

“Para muitas espécies, ficar molhado e com frio é quase tão arriscado para a sobrevivência quanto lidar com seus predadores para começar. As aranhas Trechalea não eram conhecidas anteriormente por se esconderem debaixo d’água de ameaças – e certamente não por tanto tempo”, comentou Swierk.

A aranha ficou numa média de 30 minutos submersa na água e manteve uma bolha de ar, com se fosse um filme, sobre todo o seu corpo. De acordo com Swierk e seus colegas, a suspeita é de que os pêlos felpudos que cobrem seu corpo ajudam a manter a proteção de ar, evitando a perda térmica e impedindo que a água entre em seus órgãos respiratórios.

Leia mais:

Segundo Swierk, “a película de ar que envolve a aranha quando está debaixo d’água parece ser mantida no lugar por pelos hidrofóbicos que cobrem toda a superfície do corpo da aranha”. Ela também acrescentou que esse entendimento possibilita uma nova visão sobre como as espécies podem lidar com os problemas e encontrar refúgio debaixo d’água, sendo necessárias mais investigações sobre os potenciais riscos dessa tática.

Fonte: Phys

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!