Já faz mais de dois anos desde o começo da pandemia da Covid-19 e mesmo com uma redução significativa dos casos e uma extensa vacinação contra a doença, as novas variantes e manifestações do vírus em diferentes organismos apresentam novos sintomas. Por conta disso, um estudo recente avaliou a chamada “covid longa”, que tem um impacto por um longo período de tempo na pessoa infectada.

De acordo com a publicação divulgada pela CNN Portugal, a Covid-19 longa continua apresentando sintomas mesmo depois que o paciente se cura da fase aguda da doença. Entre os principais sintomas relatados por pacientes deste quadro, estão perda de memória, dificuldade de concentração e fraqueza frequente.

publicidade

Leia também!

Veja a lista com 30 sintomas da Covid-19 relatados até o momento:

  • Fadiga
  • Dor de cabeça
  • Dificuldades respiratórias
  • Dor de garganta
  • Lesões pulmonares
  • Dor no peito
  • Tosse persistente
  • Dor muscular e articular
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Insônias
  • Dificuldade de concentração
  • Névoa mental
  • Perda de memória
  • Perda de olfacto
  • Perda de paladar
  • Irritações cutâneas
  • Perda de apetite
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Refluxo gastroesofágico
  • Diarreia
  • Incontinência urinária e fecal
  • Alterações no ciclo menstrual
  • Queda de cabelo
  • Arrepios
  • Suor abundante
  • Arritmias e palpitações cardíacas
  • Inflamação do miocárdio
  • Edema dos membros

Recentemente, o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS) fez uma atualização adicionando mais sintomas na lista dos primeiros sinais do vírus em adultos. Antes, apenas três sintomas figuravam entre os principais: tosse, febre e perda do olfato. Agora, para facilitar a identificação da doença depois que o governo encerrou a testagem em massa, que dava direito a testes semanais gratuitos para toda a população, foram adicionados novos sintomas da Covid-19 na lista.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!