A maré ruim no mercado cripto gerou efeitos colaterais nas ações de diversas empresas que atuam com ativos digitais. Entre os principais destaques estão a Coinbase e o PayPal, ambas fortemente envolvidas no meio das criptomoedas.

Como contexto, as ações da exchange, considerada a principal empresa da indústria cripto na bolsa, chegaram a flutuar perto de US$ 80 nesta terça-feira (10). Menos da metade do valor registrado em abril e muito distante de sua máxima histórica de US$ 350.

publicidade
Moedas douradas da criptomoeda Bitcoin
O alto volume de vendas de criptomoedas nas corretoras, especialmente nos últimos dias, também influenciou no resultado negativo na bolsa. Imagem: AlyoshinE/Shutterstock

Já os papéis do PayPal caíram mais de 11% nos últimos cinco dias. O mesmo foi visto pela gigante das negociações em cripto Galaxy Digital, com queda ainda mais expressiva de 25% no mesmo período.

Vale lembrar que o alto volume de vendas de criptomoedas nas corretoras, especialmente nos últimos dias — o que contribuiu para o Bitcoin cair para menos de US$ 30 mil —, também influenciou no resultado negativo na bolsa.

Leia mais:

Coinbase registrou ganhos abaixo da média no primeiro trimestre

A expectativa é que o abalo continue após a Coinbase divulgar os seus resultados fiscais para o primeiro trimestre. É esperado pelos analistas que a empresa registre lucros menores por conta da turbulência no setor dos criptoativos.

Foi justamente o que aconteceu nesta terça-feira (10). Segundo o Decrypt, a Coinbase registrou resultados decepcionantes, levando o preço das ações a cair mais de 14%, chegando a valer perto da faixa dos US$ 60.

Via: Decrypt

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!