Madonna entrou para o mundo dos NFTs e acaba de lançar sua primeira coleção de tokens não fungíveis em uma parceria com o renomado artista Beeple. Como não poderia ser diferente, a coleção assinada pela “Rainha do Pop” é polêmica e traz imagens não recomendadas para “ambientes de trabalho”. Após um ano de desenvolvimento, os NFTs trazem movimentos com tecnologias modernas e versões digitalizadas de partos, onde nascem centopeias robóticas, borboletas e uma extensa árvore. 

NFT madonna
Imagem: Divulgação / NFT Madonna

Mãe da criação 

A coleção de NFTs é intitulada “Mãe da Criação” e traz três obras únicas: Mãe da Natureza, Mãe da Evolução e Mãe da Tecnologia. Os lances mais altos já alcançaram US$ 49 mil, o que equivale a cerca de R$ 247 mil.  

publicidade

Segundo o site que comercializa as imagens, a renda das vendas beneficiará três organizações sem fins lucrativos: The Voices of Children Foundation, The City of Joy e Black Mama’s Bail Out. 

As entidades auxiliarão crianças ucranianas, mulheres sobreviventes da violência na República Democrática do Congo e mulheres negras encarceradas.  

A plataforma de criptomoedas Moonpay também realizará uma doação de US$ 100 mil para cada uma das entidades, como uma forma de promoção ao lançamento das NFTs.

nft madonna
Imagem: Divulgação / NFT Madonna

Leia mais:

Criação e maternidade

No anúncio da coleção, Madonna falou sobre o significado das obras. “Nós nos propusemos a criar algo que esteja absoluta e totalmente conectado à ideia de criação e maternidade”. 

Além do contexto, é importante ressaltar que as peças também apresentam o distinto caos artístico de Beeple, que costuma empregar elementos surrealistas para compor críticas sociais e políticas.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!