O Disney+ adicionou um plano com anúncios nos Estados Unidos. De acordo com o site Variety, a plataforma de streaming está em contato com as agências de publicidade para decidir as diretrizes do novo projeto. O pacote contará com a exibição de quatro minutos de comerciais a cada hora assistida. A opção de assinatura será disponibilizada no mercado norte-americano e depois será expandindo para outros países.

O primeiro passo foi determinar os termos da nova fase. O Disney+ limitou o que não pode entrar de anúncio na plataforma, para que não perca o controle da situação, não irá permitindo comerciais de bebidas alcoólicas e nem anúncios politizados ou de políticos, por exemplo.

publicidade

Uma medida é ter cautela na escolha dos comerciais exibidos em programas voltados aos pré-adolescentes, sendo que a ideia é não exibir propagandas para crianças. Além disso, a Disney está seguindo os passos de outros streamings, como a HBO Max. Não vai demorar muito para a Netflix aderir também, podendo quebrar a promessa de nunca colocar propagandas em seus serviços.

Leia mais!

A iniciativa pode balançar o mercado de streaming, isso porque cada vez mais as pessoas estão deixando de consumir a TV aberta – que tem grande parte dos seus programas financiados pela publicidade – para assistir às atrações dos streamings. 

A ideia do Disney+ é oferecer os dois tipos de plano, com e sem propaganda. O streaming com anúncios acaba satisfazendo mais partes envolvidas, pois a publicidade atinge consumidores em potencial, os streamings conseguem mais assinantes e o por fim, o espectador pode economiza com o plano de pacote mais barato.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!