Segundo estimativas da Receita Federal, devem ser recebidas 34,1 milhões de declarações de Imposto de Renda até o fim desta terça-feira, 31 de maio, último dia para o envio do documento.

Vale lembrar que o levantamento mais recente, referente aos envios realizados até o fim da tarde desta segunda-feira (30), mostrou que foram entregues cerca de 31,5 milhões de declarações, reforçando o hábito de parte dos brasileiros de deixar tudo para última hora.

Restituição do Imposto de Renda

Receita Federal espera receber 34,1 milhões de declarações de Imposto de Renda.
Receita Federal espera receber 34,1 milhões de declarações de Imposto de Renda. Imagem: rafapress/Shutterstock

Os lotes serão disponibilizados seguindo a ordem de entrega da declaração, ou seja, quem enviou o documento primeiro também recebe a restituição antes dos demais. O primeiro lote, inclusive, já será pago hoje.

Para conferir se foi contemplado neste primeiro lote, basta acessar a página da Receita, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar a Restituição”. Veja as demais datas dos próximos lotes:

publicidade
  • 2º Lote: 30/06/2022
  • 3º Lote: 30/07/2022
  • 4º Lote: 31/08/2022
  • 5º Lote: 30/09/2022

Segundo o governo federal, o montante será destinado aos contribuintes com prioridade legal, sendo 226.934 idosos acima de 80 anos, 2.305.412 entre 60 e 79 anos, 149.016 com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave e 702.607 cuja maior fonte de renda seja o magistério. Além disso, o lote contempla restituições residuais de exercícios anteriores. 

Perdi o prazo, e agora?

Vale alertar que quem entrega a declaração fora do prazo está sujeito à multa de 1% ao mês, cujo valor é calculado sobre o imposto devido ao fisco (o valor máximo é de até 20% ). A multa mínima, por sua vez, é de R$ 165,74, segundo as informações da Receita.

A multa é emitida assim que os documentos são enviados. A partir daí, o declarante tem 30 dias para efetuar o pagamento sem o acréscimo de juros.

Leia mais:

Cuidado com os golpes!

A Receita Federal alertou que golpistas estão utilizando informações da restituição de Imposto de Renda Pessoa Física para fazer novas vítimas. A instituição alerta que é preciso ter cuidado especialmente com links suspeitos enviados por e-mail. 

Em geral, os alertas enviados pela Receita por e-mail ou mensagem SMS não possuem nenhum link de acesso, informa o órgão.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!