De acordo com análise do Observatório de Saúde na Infância, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Covid-19 matou duas crianças menores de 5 anos por dia no Brasil desde o início da pandemia. Conforme divulgado pela Agência Brasil, o Nordeste concentra quase metade de todos os óbitos

Em 2020, 599 crianças nessa faixa etária morreram em decorrência do coronavírus. Em 2021, o número foi para 841, quando a letalidade da doença aumentou em toda a população. No total, 1.439 crianças de até 5 anos morreram por causa da Covid-19 no país. 

publicidade
Ilustração de criança com máscara se protegendo da Covid-19
Covid-19 matou duas crianças menores de 5 anos por dia no Brasil. Imagem: L Julia/Shutterstock

Ainda de acordo com o levantamento, realizado pelos coordenadores Cristiano Boccolini e Patrícia Boccolini, crianças de 29 dias a 1 ano de vida são as mais vulneráveis. “Bebês nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registrados entre crianças menores de 5 anos”, disse Patrícia. 

Dados preliminares divulgados pelo Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde confirmam que a média de duas mortes diárias ainda se mantém este ano. Entre janeiro e 13 de junho de 2022, o Brasil registrou 291 mortes por Covid-19 entre crianças da faixa etária. 

Leia mais! 

“É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebês e crianças, especialmente de 6 meses a 3 anos. A cada dia que passamos sem vacina contra covid-19 para menores de 5 anos, o Brasil perde duas crianças”, acrescentou a pesquisadora. 

Cristiano explicou que, assim como nos adultos, a Covid-19 também agravou outros problemas de saúde em bebês e crianças, assim, “embora nem todas tenham morrido de Covid-19, todas morreram com Covid-19”, especificou. 

Vacinação infantil contra a Covid-19 

Recentemente, a Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de saúde dos Estados Unidos, aprovou o uso das vacinas da Pfizer e Moderna para a vacinação de crianças a partir dos 6 meses. Há uma semana o país iniciou a imunização do grupo. 

No Brasil, conforme apurado pelo O Globo, ambas as farmacêuticas já sinalizaram que irão solicitar à Anvisa autorização para o uso dos imunizantes em crianças com menos de cinco anos. Porém, ainda não há previsão de quando os pedidos serão enviados. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!