Cerca de 10 mil construções da província de Fukushima, no Japão, ficaram sem energia elétrica na última quarta-feira (29). O motivo? Uma cobra se conectou a um fio de alta tensão na usina elétrica de Tohoku, que abastece 7,6 milhões de clientes individuais e corporativos em seis prefeituras da região, causando uma interrupção de mais de uma hora.

Reportagem do Japan Today News mostra os sinais de trânsito desativados em razão da interrupção de energia elétrica causada por uma cobra. Imagem: Japan Today News

De acordo com o Japan Today News, a cobra estaria procurando por um lugar à sombra, e ao se acomodar nas instalações, por volta das 14h, provocou um curto circuito que acionou um desligamento automático de segurança. Não somente residências foram afetadas, como alguns escritórios e pontos comerciais. 

publicidade

Embora as pessoas estivessem certamente desconfortáveis sem poder usar seus condicionadores de ar em um calor de mais de 30ºC em um dia verão, muitas expressaram compaixão pela serpente falecida nas redes sociais. “Pobre cobra. Eu nasci no ano da cobra, então isso bate forte”, “Coitadinha…”, “Descanse em paz, cobra”, foram alguns dos comentários citados pelo JTN, que não divulgou imagens da serpente.

É muito comum encontrar cobras na rede elétrica. O registro acima mostra duas serpentes que morreram eletrocutadas ao se emaranhar em uma caixa de luz na Carolina do Norte, EUA, em 2016. Imagem: Reprodução/Facebook/City of Morganton, NC Government

Leia mais:

Não é a primeira vez que animais comprometem a infraestrutura do país. Em 2021, “excesso” de xixi de cachorro colapsou um semáforo. Mas isso não é nada comparado ao estrago feito anos antes pelo acúmulo de cocô de passarinho. Em 2013, 25 mil sinais de trânsito foram desligados por causa do volume de “titica”. 

Espera-se que contramedidas mais eficazes possam ser configuradas a partir dessas experiências, para o bem tanto dos animais quanto dos seres humanos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!