Milhares de peixes mortos têm surgido durante as últimas semanas no Rio Oder, que atravessa a Alemanha e a Polônia. Autoridades de ambos os países suspeitam que a causa desse estranho fenômeno seja um despejo de material tóxico, mas ainda não sabem de qual tipo.

O governo alemão sinalizou que pode tratar-se de um desastre ambiental e recomendou à população que não entre em contato com a água do rio. Steffi Lemke, ministra do Meio Ambiente da Alemanha solicitou uma investigação abrangente sobre o fenômeno e afirmou que as autoridades estão buscando “a todo vapor” suas causas.

Na sexta-feira (12), o primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, demitiu dois funcionários ambientais de alto escalão devido à maneira como conduziram à crise. Ele contou que, a princípio, o problema foi considerado apenas local, mas que não demorou muito para atingir grandes proporções.

Ativistas repudiam o que, a seu ver, foi uma resposta lenta ao problema e uma falta de colaboração entre a Alemanha e a Polônia na resolução da questão.

publicidade

Leia mais:

Contaminação em larga escala

Morawiecki também afirmou que “enormes quantidades de resíduos químicos” provavelmente foram despejadas intencionalmente no segundo maior rio Oder, causando danos ambientais tão graves que levaria anos para o rio se recuperar.

Odra umiera, nie tylko z braku wody. Odra okolice Cigacic 09.08.2022 godz. 7:00 – katastrofa. Te ryby, które nie padły…

Publicado por Tyszkiewicz Wadim em Terça-feira, 9 de agosto de 2022

A jornalista investigativa polonesa Katarzyna Kojzar disse que outros animais, como patos e castores, estão sofrendo com a atual situação do rio, e que a possibilidade da hidrovia ter sido contaminada com mercúrio é preocupante.

Laboratórios alemães afirmaram que não houve sinal do metal pesado na água, mas disseram ter detectado níveis anormais de sais que podem estar ligados às mortes, embora isso não explique completamente a escala do impacto na fauna local.

A Autoridade Nacional de Gestão da Água da Polônia disse na quinta-feira (11) que 10 toneladas de peixes mortos foram removidas do rio Oder. Centenas de voluntários estavam ajudando a coletar peixes mortos ao longo da margem alemã.

O ministro polonês do Interior ofereceu uma recompensa de 1 milhão de zlotys (R$ 1,1 milhão, na cotação do dia 15/08) para quem ajudasse a encontrar os responsáveis pela contaminação do rio.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!