O WhatsApp lançou seu aplicativo nativo para o Windows nesta terça-feira, 16, que dispensa a necessidade de conexão com o celular para envio, recebimento e sincronização de mensagens.

Até a ocasião, os usuários que queriam utilizar WhatsApp no desktop, precisavam baixar a versão baseada na web, ou utilizar o serviço de mensagens em seus navegadores. Agora, o WhatsApp ganha uma versão nativa para Windows, o que deve torná-lo mais rápido e responsivo que a versão anterior.

O aplicativo chega com uma interface mais limpa quando comparada com a versão anterior do aplicativo, mas com exceção deste detalhe, continua bem parecido com o que conhecemos até aqui. No entanto, uma grande mudança é que a nova versão dispensa a necessidade de o celular em que a conta está localizada esteja ligado para sincronizar mensagens entre celular e o aplicativo desktop.

Já os usuários de macOS terão que esperar mais, embora o WhatsApp já tenha informado que trabalha em uma versão para os dispositivos Apple.

publicidade

Agora, a funcionalidade de múltiplos dispositivos do WhatsApp está totalmente funcional e deixou o estágio de testes. Assim, é possível conectar até quatro dispositivos à sua conta WhatsApp sem a necessidade de seu celular, continuando com a segurança da criptografia de ponta a ponta.

Leia mais:

Até o momento, o WhatsApp apenas permite que computadores sejam conectados a uma conta, mas é possível que no futuro tablets ou outros celulares sejam liberados para conexão.

Por outro lado, existem limitações nas conexões de dispositivos. Usuários de iPhone não conseguem limpar ou deletar conversas. Também não é possível enviar mensagens com visualizações de links do WhatsApp Web, enviar mensagens ou ligar para alguém que esteja usando versões antigas do WhatsApp, e nem visualizar localizações em tempo real.

Outra novidade recente sobre o WhatsApp é que a empresa está testando um botão para recuperar mensagens apagadas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!