Imagens feitas pela sonda Juno da NASA revelam características peculiares de Júpiter e de sua atmosfera turbulenta. As cores em uma das imagens são as mesmas que os olhos humanos seriam capazes de captar caso pudessem observar o planeta de perto.

A fotografia foi capturada no dia 5 de julho, através da JunoCam. No momento do registro a espaçonave estava a uma distância de 5.300 quilômetros do topo das nuvens do gigante gasoso, a uma velocidade surpreendente de 209.000 km/h.

Leia mais:

O responsável por processar os dados brutos da sonda Juno foi o cientista cidadão Björn Jónsson. Ele conseguiu criar duas imagens. A primeira imagem (da esquerda para a direita) reproduz a forma que olhos humanos captariam o planeta. As diferenças de cor, na segunda imagem, refletem as variações na composição química das diferentes partes da atmosfera de Júpiter e revelam a natureza tridimensional das poderosas tempestades oriundas das nuvens do planeta. As nuvens brilhantes, na atmosfera mais alta, também podem ser vistas.

publicidade
Imagem: Fotografia capturada pela sonda Juno da NASA. Créditos: NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/Björn Jónsson

A sonda Juno atuará até 2025

A sonda Juno foi lançada em 2011 e explora o gigante gasoso desde 2016. Ela circula o planeta através de uma órbita altamente elíptica e leva 43 dias para fazer uma volta completa. No seu ponto mais próximo, Juno é capaz de chegar a cerca de 5.000 km acima das nuvens de Júpiter.

Juno continuará em seu trabalho até pelo menos 2025. As imagens da JunoCam estão abertas a cientistas cidadãos que desejam explorar, processar e ajudar em sua categorização. Além disso, essas fotografias estão disponíveis no site de processamento de imagens da JunoCam, mantido pelo Instituto de Pesquisa do Sudoeste em San Antonio, responsável pela construção do equipamento.

Via: Space.com

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!