Segundo o site de notícias espanhol El Confidencial, a Amazon suspendeu a construção de novos armazéns na Espanha até 2024. A notícia foi dada nesta segunda-feira (19), citando fontes não identificadas da empresa.

Leia mais:

O El Confidencial afirmou que a empresa relatou a seus fornecedores e parceiros para “esperar e ver”, conforme as compras online que cresceram durante a pandemia vem diminuindo.

“Nosso compromisso com a Espanha permanece”, declarou a empresa em comunicado.

publicidade

“Em 2022, abrimos novas estações logísticas, hubs Amazon Fresh e um centro logístico (na Espanha)”, informou a empresa, sem dar mais detalhes.

Essa foi uma notícia que deixou a população da Espanha surpresa, pois em em junho a Amazon afirmou que planejava adicionar 2 mil novos empregos no país em 2022, elevando sua folha de funcionários total no país para cerca de 20 mil.

Amazon
Imagem: Mike Mareen/Shutterstock

Amazon na berlinda: Um dos maiores processos da história dos EUA tem a empresa como alvo

Califórnia apresentou ação judicial antitruste contra a Amazon, acusando a empresa de violar a Lei Cartwright e a lei estadual de concorrência por meio de suas regras de preços.

De acordo com o Procurador-Geral, Rob Bonta, a Amazon estaria limitando a concorrência ao impossibilitar que vendedores ofereçam preços mais baixos em outros sites, sem ser o dela. Dessa forma, caso algum vendedor faça isso, corre o risco de perder seus botões importantes como o de “Comprar agora” e “Adicionar ao carrinho” em diversos produtos.

Eventualmente, esses botões são um dos principais impulsionadores de vendas para empresas que vendem pela Amazon, e perdê-los pode prejudicar rapidamente seus negócios.

Leia mais em Olhar Digital

Via: Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!