O lançamento da missão Artemis 1 à Lua está previsto para ocorrer na próxima terça-feira (27). Antes, no entanto, ocorreu um teste crítico de abastecimento para corrigir e evitar eventuais falhas até o dia da missão. Por volta das 17h30 a NASA informou que “todos os objetivos para a demonstração criogênica do Artemis 1 foram cumpridos”.

Durante todo o dia de hoje, a agência observou cuidadosamente o desempenho do foguete SLS na plataforma de lançamento. Um vazamento de hidrogênio chegou a interromper o processo de reabastecimento, assim como na última tentativa fracassada de lançamento, mas o problema foi corrigido e não afetou o progresso do teste

publicidade

“O diretor de lançamento confirmou que todos os objetivos foram cumpridos para o teste de demonstração criogênica , e as equipes estão agora realizando atividades críticas de segurança e preparativos para drenar os tanques do foguete. Depois de encontrar um vazamento de hidrogênio no início do processo de carregamento, os engenheiros conseguiram solucionar o problema e prosseguir com as atividades planejadas”, disse a NASA em nota.

O teste desta quarta também foi importante para verificar se as falhas que resultaram no último cancelamento do lançamento, no dia 3, não estão mais presentes.. Depois da ocasião, duas peças defeituosas, que a NASA acredita terem originado o problema, foram substituídas.

publicidade

Hoje, ao contrário das tentativas de lançamento, o foguete da Artemis 1 foi sendo abastecido de forma bastante gradativa, o que causou a demora na realização do teste. 3,3 milhões de litros de hidrogênio líquido super refrigerado foram colocados de forma bem lenta no foguete, para que tudo seja verificado.

O teste de pré-pressurização, concluído na tarde desta quarta-feira, também foi um sucesso. Os cientistas da agência ainda realizaram testes de calibragem dos motores e de pressurização da nave, que simulou as condições no dia do lançamento.

publicidade

Veja o teste:

Tudo sobre a Missão Artemis 1

A chamada missão Artemis 1 será um voo não tripulado da cápsula Orion ao redor do nosso satélite natural, com duração estimada de aproximadamente 40 dias. Ela será lançada do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, na Flórida, no topo do megafoguete Space Launch System (SLS), projetado especialmente para viagens à Lua e além.

publicidade

Leia mais:

Primeira de uma série de missões cada vez mais complexas à Lua, Artemis 1 será uma demonstração de capacidade, fornecendo uma base para a exploração humana do espaço profundo.

Além disso, uma variedade de cargas científicas será transportada nesse voo, que também levará objetos curiosos que compõem o chamado Kit Oficial de Voo (OFK). Se tudo correr conforme o planejado, a missão Artemis 2 vai enviar astronautas em um voo que fará o mesmo circuito, no ano de 2024. 

E então, em 2025 ou 2026, a missão Artemis 3 vai finalmente pousar astronautas na Lua, sendo esta a primeira vez que uma mulher e uma pessoa preta vão pisar em solo lunar.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!