As imagens criadas por inteligência artificial (IA), apesar de inovadoras, acabaram se tonando uma pedra no sapato de diversos artistas. Recentemente, uma arte digital feita por IA ganhou uma categoria no concurso de artes da feira estadual do Colorado, nos Estados Unidos.

Com isso, discussões sobre as ferramentas Midjourney e DALL-E, que produzem imagens por inteligência artificial, ganharam ainda mais popularidade no mundo da tecnologia.

Leia mais:

Aparentemente, algumas pessoas estão utilizando essas ferramentas para vender obras de arte em bancos de imagens por assinatura, como o Shutterstock e Getty Images. Porém, os sites começaram a remover essas imagens feitas por IA.

publicidade

O problema está na forma como essas imagens são criadas. As inteligências artificiais buscam fotos na web – incluindo os bancos de imagens citados – para criar uma nova cena. Deste modo, as IAs não dão crédito aos autores das fotografias em que se basearam, logo, no momento da venda dessas imagens, os autores das fotos de base também não ganham qualquer valor.

De acordo com a revista Vice, as pesquisas sobre Midjourney no site do Shutterstock estavam apresentando imagens com uma estética digital criada através da ferramenta de IA até o último domingo (18). No entanto, no dia seguinte os resultados sobre a mesma busca estavam mostrando menos imagens feitas digitalmente via Midjourney.

Tanto o site Shutterstock, quanto o Getty Images não proíbem a venda de imagens feitas por inteligências artificiais, por isso, até então não existe nenhuma restrição sobre os usuários continuarem a vendê-las.

Por enquanto, nenhuma das duas empresas fez um comunicado sobre a remoção destas imagens.

imagem gerado por inteligências artificial
Crédito: Reprodução

Arte feita com inteligência artificial ganha concurso, e artistas ficam revoltados

Um concurso de arte da feira estadual do Colorado, nos Estados Unidos, deu o primeiro lugar a uma peça criada com o Midjourney, software de criação de imagens por inteligência artificial.

A imagem “Théâtre D’opéra Spatial” foi criada por Jason Allen de Pueblo, Colorado, usando o Midjourney, mas ele teve um certo trabalho para conseguir inscrevê-la na premiação.

Primeiro, Allen criou centenas de imagens no servidor do Discord do Midjourney, depois retocou suas três favoritas no Photoshop, e usou o software Gigapixel AI para fazer um upscaling das imagens. Então, ele imprimiu essas três imagens em telas.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!