A Rare Limited foi fundada em 1985 e se tornou uma das maiores desenvolvedoras de jogos no mundo entre o fim dos anos 90 e o início dos anos 2000. Nesse período, o estúdio produziu grandes franquias como “Donkey Kong”, “Killer Instict” e “GoldenEye 007”, com os games saindo principalmente para os consoles Nintendo. Anos depois, porém, a Rare seria adquirida pela Microsoft – mais precisamente em 2002.

Desde então, o estúdio também desenvolveu títulos importantes para os consoles Xbox e se tornou uma peça essencial para a construção da marca nos videogames.

Recentemente, a compra da Rare pela Microsoft completou 20 anos. Durante essas duas décadas, quais jogos do estúdio podem ser lembrados? Confira alguns deles abaixo.

Jogos da Rare após compra da Microsoft

Grabbed by the Ghoulies

Originalmente planejado para o GameCube, “Grabbed by the Ghoulies” acabou sendo o primeiro jogo da Rare desenvolvido exclusivamente para o Xbox após a aquisição da Microsoft. A história traz o personagem Cooper, que procura pela sua namorada em uma mansão assombrada infesta de criaturas sobrenaturais – os Ghoulies.

publicidade

O jogo dividiu opiniões entre a crítica e o público nas questões técnicas, mas merece ser lembrado por ser a primeira produção da união entre a Rare e a Microsoft.

Conker: Live & Reloaded

“Conker: Live & Reloaded” é um remake do título “Conker’s Bad Fur Day”, lançado pela Rare em 2001 para Nintendo 64. O esquilo que anteriormente havia feito sucesso no console japonês, fazia sua estreia no Xbox e foi elogiado por crítica e público. Os comentários favoráveis foram principalmente devido aos gráficos atualizados.

Por outro lado, o jogo chegou a receber uma espécie de censura após alguns detalhes do título anterior terem sido considerados “obscenos”. Essa parte recebeu críticas negativas de alguns fãs.

Kameo: Elements of Power

“Kameo: Elements of Power” também tem sua dose de pioneirismo, por ser o primeiro título da Rare desenvolvido diretamente para o Xbox 360. No enredo, o jogador controla a elfa Kameo e viaja por uma terra para resgatar sua família. A personagem utiliza poderes elementais para combinar habilidades e avançar nas diferentes fases.

O título começou a ser produzido antes da aquisição da Microsoft e depois disso, o jogo ganhou tons mais sombrios. Apesar dos elogios aos gráficos, a jogabilidade de “Kameo” recebeu críticas na época.

Perfect Dark Zero

Diferentemente de outros títulos da Rare até aquele momento, “Perfect Dark Zero” é um jogo de uma série que se iniciou no Nintendo 64. O game é uma história anterior aos acontecimentos de “Perfect Dark” e segue a jornada da caçadora de recompensas Joanna Dark na agência Carrington Institute.

Depois do seu lançamento, “Perfect Dark Zero” foi elogiado pela comunidade gamer e chegou a ultrapassar a marca de um milhão de cópias vendidas em todo o mundo. Por outro lado, outros jogadores sentiram que o título não atendeu às expectativas criadas.

Banjo Kazooie: Nuts & Bolts

“Banjo Kazooie” começou sendo uma franquia da Rare que fez sucesso no Nintendo 64 e GBA. Em 2008, veio “Banjo Kazooie: Nuts & Bolts” para Xbox 360, que trouxe uma mecânica diferente do usual em comparação aos outros títulos da famosa dupla de urso e pássaro. Apesar de ressalvas por parte de alguns críticos, o jogo foi elogiado pela sua inovação.

No game, o jogador se concentra na construção de veículos e procurar desenvolver veículos personalizados, como aviões, barcos e motocicletas.

Kinect Sports

Alguns jogadores podem não saber, mas a série “Kinect Sports” foi desenvolvida pela Rare. Os títulos chegaram como uma aposta da Microsoft na ferramenta do Kinect, que competia com a ascensão do Nintendo Wii. Assim, os donos do Xbox 360 recebiam diferente jogos de esporte em movimento controlado, permitindo uma diversão em amigos e família.

Após o lançamento do primeiro título em 2010, a sequência “Kinect Sports: Season Two” chegou no ano seguinte e “Kinect Sports: Rivals” foi lançado em 2014, com mais opções de esportes.

Leia mais:

Rare Replay – Microsoft

Em comemoração aos 30 anos do estúdio, a Rare lançou para Xbox One o título “Rare Replay”, em 2015. O jogo é uma compilação de 30 jogos produzidos pela desenvolvedora em sua história na indústria gaming e distribuídos em diversos gêneros, como luta, corrida, esporte, tiro e plataforma. No catálogo, foram incluídos sucessos como “Banjo-Kazooie”, “Perfect Dark” e “Viva Piñata”.

Apesar de algumas ressalvas sobre a ausência de “Donkey Kong” e “GoldenEye 007”, devido às questões de licenciamento, o título foi bem recebido e entrega uma visão aprofundada da trajetória da Rare.

Sea of Thieves – Microsoft

Por fim, o jogo mais recente desenvolvido pela Rare e um mundo compartilhado. “Sea of Thieves” utiliza conteúdos construídos pelos próprios usuários e um cenário de mundo aberto ambientado por piratas, em que os jogadores encaram missões em um navio pirata. É possível avançar em modo cooperativo com os recursos do jogo.

Desde o lançamento em 2018, “Sea of Thieves” ganhou vários fãs pelo mundo e chegou na marca de 25 milhões de jogadores em 2021.

Via Kotaku

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!