Depois da conta do Pornhub ter sido suspensa por uma semana do Instagram, agora a plataforma decidiu removê-la permanentemente. O motivo de tal ação, segundo a própria plataforma, foi que o perfil estava violando as diretrizes da comunidade constantemente, o que aparentava uma forma de provocação à rede social.

Em carta aberta aos quatro executivos da Meta, como o CEO Mark Zuckerberg e o chefe do Instagram Adam Mosseri, o Pornhub disse que a aplicação das regras dentro do aplicativo são “opacas, discriminatórias e hipócritas”.

Leia mais:

Antes da remoção definitiva do perfil, há três semanas a conta do Pornhub tinha sido suspensa durante 7 dias. As regras de conteúdo do Instagram proíbem explicitamente qualquer conteúdo que revele nudez ou algum tipo de conteúdo sexual, porém, o Pornhub alega que sua conta era “PG”.

publicidade

Nas diretrizes de comunidade do Instagram está escrito: “Sabemos que há momentos em que as pessoas querem compartilhar imagens nuas com viés artístico ou criativo por natureza, mas por uma série de razões, não permitimos a nudez no Instagram”.

O Instagram também proíbe a contratação ou o incentivo de atores pornôs dentro da plataforma, e segundo o site Variety, o Pornhub tinha publicado um vídeo falando sobre a rede social e fazia justamente o contrário a regra: incentivava as pessoas a serem atores de conteúdo adulto.

A Pornhub publicou uma carta aberta para a Meta. Nela estava escrito: “Trabalhadores do sexo e artistas têm sido injustamente visados com essas proibições, proibições de sombras, suspensões, perda de privilégios ao vivo e remoção de conteúdo, mesmo com todo o cuidado extra para não violar as diretrizes comunitárias do Instagram. […] A subsistência dos criadores independentes é prejudicada pelo comportamento imprudente e discriminatório do Instagram”.

Até o momento, o Instagram não respondeu à carta aberta do Pornhub.

Logo do Instagram
Imagem: FP Creative Stock/Shutterstock

Como eram os posts das celebridades 10 anos atrás no Instagram? Confira a evolução

O Instagram foi lançado em outubro de 2010 como uma rede social para posts de fotos. Desde então, muita coisa mudou. Hoje, a plataforma que pertence a Meta possui um grande suporte para vídeos e é possível considerar que esse formato é o principal nicho da rede social.  

Porém, além do foco do Instagram ter mudado, o tipo de publicação dos próprios usuários é completamente diferente. No começo da plataforma tudo era mais improvisado, as fotos tinham uma qualidade completamente diferente e os posts não eram tão profissionais. 

Para saber mais, acesse a reportagem do Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!