O Google entrou no clima das Eleições 2022. Neste domingo (2), quando os brasileiros vão às urnas em primeiro turno para escolher o presidente, governador, senador e deputados (federais e estaduais), o buscador está com um Doodle mais que especial.

Ao acessar a página de buscas, o usuário encontra o desenho de uma urna eletrônica. Ao clicar, ele é direcionado para uma página com várias informações úteis ao eleitor.

publicidade

O conteúdo do Doodle reúne orientações sobre como votar no Brasil e no exterior, os cargos em disputa, além de um detalhamento sobre o funcionamento das urnas eletrônicas.

Há ainda sugestões de perguntas frequentes, como se é preciso ter feito a biometria e a regularização do título para votar este ano, e como votar em trânsito e no exterior, entre outras dúvidas.

publicidade

Logo abaixo, aparecem as principais e mais recentes notícias relacionadas às eleições.

Doodle do Google com informações sobre as Eleições 2022. Imagem: reprodução/Google
Doodle do Google traz informações sobre as Eleições 2022. Imagem: reprodução/Google

Leia mais:

publicidade

O que você precisa saber antes de sair para votar

O Olhar Digital também preparou um guia completo para você ficar por dentro de tudo o que precisa saber antes de sair de casa para votar.

Horário de votação

publicidade

A votação acontece das 8h às 17h, tendo como referência o horário de Brasília (DF). Ou seja, cidades com fusos diferentes deverão se adequar ao horário da capital federal. A uniformização dos horários é uma novidade desta eleição. Veja se a sua cidade é uma delas e fique de olho na hora de início e de término da votação.

Documentos para votar

Para votar, é necessário levar apenas um documento de identificação oficial com foto, a apresentação do título de eleitor não é obrigatória. Vale: carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), identidade social, passaporte, certificado de reservista, carteira de trabalho, ou outro documento de valor legal.

Também é possível votar a com a versão digital do título, obtida no Título, obtida no e-Título, aplicativo gratuito da Justiça Eleitoral. Se a sua foto já aparecer por lá, o app servirá de documento oficial de identificação.

Quem está com o cadastro eleitoral regular, mesmo que não tenha coletado os dados biométricos, poderá votar normalmente.

Ordem de votação na urna eletrônica

Este ano você vota nos seguintes cargos e nessa ordem:

  • deputado federal (com quatro dígitos)
  • depois deputado estadual ou distrital (com cinco dígitos)
  • senador (com três dígitos)
  • governador (com dois dígitos)
  • presidente da República (com dois dígitos)

Caso queira, pode escolher votar apenas para presidente. O voto não é invalidado se o eleitor votar em um só cargo e optar por nulo ou branco nos demais.

Para facilitar, pode levar a famosa colinha, quer dizer, anotar num papel os cargos e os números das candidatas e candidatos escolhidos.

Como descobrir meu local de votação?

Você pode conferir seu local de votação de três maneiras: pelo aplicativo e-Título, no Portal do TSE ou pelo chatbot do TSE. Tudo bem simples e rápido. Pelo chatbot (assistente virtual), por exemplo, basta enviar um “oi” para o número +55 61 996371078 no WhatsApp ou clicar aqui.

Outras orientações importantes

É proibido entrar na cabine de votação com celular ou com máquina fotográfica, filmadoras e equipamentos de rádio comunicação. O objetivo é garantir o sigilo do voto. Após entregar seu documento de identificação ou depois de mostrar a versão digital do e-Título pelo celular, desligue o aparelho e proceda como orientado pelo mesário.

Após votar, retorne à mesa receptora e pegue com o mesário o celular e o documento de identificação apresentado.

A Justiça Eleitoral permite a manifestação individual e silenciosa dos eleitores para partidos, coligação ou candidato, por meio de bandeiras, broches, adesivos e camisetas. Mas é proibida propaganda eleitoral.

Com informações do TSE

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!