Enquanto as novas medidas de Elon Musk no Twitter vão dividindo opiniões, alguns usuários se encontram insatisfeitos com os rumos que a plataforma vem tomando e procuram opções que possam substituir a rede social do passarinho azul. Uma alternativa que muitos apontaram é o Mastodon.

Em meio às especulações sobre a criação do Bluesky, partindo do ex-CEO do Twitter, Jack Dorsey, e a popularidade instantânea do Koo App entre os brasileiros, o Mastodon também se mostrou uma opção viável para muitos usuários. A comprovação está em uma das últimas atitudes de Musk, que proibiu a postagem de links da rede social pelo Twitter.

Leia mais:

Com isso, muitos se perguntam sobre as semelhanças do Mastodon com o Twitter, mas também sobre as diferenças. Alguns podem não saber ainda, mas o microblogging possui recursos que não estão disponíveis na plataforma de Elon Musk. Confira algumas dessas ferramentas na lista abaixo!

publicidade

Aba para excluir postagens antigas

Um detalhe que muitos usuários reclamam no Twitter são os tweets antigos que acabam sendo “revividos” por outras pessoas, visto que os diálogos podem observados de uma forma totalmente distinta ao contexto do período.

Assim, o Mastodon possui um recurso muito útil em relação às postagens anteriores. É possível excluir essas publicações diretamente nas configurações da plataforma: o usuário pode selecionar uma opção que exclui os posts após um certo período de tempo, sendo possível configurar exceções entre essas postagens.

Avisos de conteúdo

Certos usuários do Twitter não comentam sobre alguns assuntos por alguns motivos, seja por receio da repercussão, temas delicados ou falta de interesse do público. Esse é um problema que o Mastodon tenta contornar com os ‘avisos de conteúdo’.

O recurso funciona com um selo que avisa sobre o tipo de assunto que está sendo abordado pelo usuário. Além de trazer algo que permite falar com mais liberdade, a ferramenta também serve como alerta para diálogos que podem gerar gatilhos, como temas traumáticos – abuso, estupro e violência sexual por exemplo.

Imagem: Reprodução/Shutterstock
Imagem: Reprodução/Shutterstock

Silêncio temporário

No Twitter, um usuário pode gerar importunações aos outros e alguns recursos são oferecidos, como a opção de bloqueio ou silenciar outra pessoa – ou simplesmente deixar de segui-la. No entanto, esse incômodo com outros usuários pode ser algo apenas do momento.

Pensando nisso, o Mastodon oferece a ferramenta de silêncio temporário. Com a funcionalidade, é possível silenciar um usuário por um determinado período de tempo: entre cinco minutos e sete dias. Dessa maneira, não é preciso bloquear ou ‘mutar’ uma pessoa permanentemente.

Processo simples de verificação

Antes de Musk chegar ao Twitter, o sistema de verificação tinha como objetivo determinar que uma conta era realmente administrada por um político, jornalista, celebridade ou organização. Depois disso, a tentativa do empresário passa por tornar esse sistema rentável através do Twitter Blue.

No Mastodon, o processo de verificação é mais simples. Basicamente, o usuário pode vincular a conta com a tag “ref=me” em seu perfil e com isso, será destacado o controle de administração, confirmando a identidade em um modo bem mais dinâmico.

Suporte para aplicativos externos

Alguns usuários do Twitter costumavam utilizar a plataforma por meio de aplicativos externos, que ofereciam mais opções personalizadas que o próprio aplicativo oficial – um exemplo muito popular foi o TweetBot. No entanto, a empresa restringiu de forma severa sua interface de programação (API) e essa opção externa ficou bastante limitada.

Usuários de aplicativos externos são bem-vindos no Mastodon, que permite essa prática ‘terceirizada’. Alguns dos programas tornam o sistema do microblogging ainda mais completo do que já é.

Botão de edição gratuito

Editar publicações sempre foi um objeto de muitas discussões envolvendo o Twitter, com diversas pessoas questionando a validade dessa ferramenta. Contudo, vários usuários gostariam de ter essa opção na plataforma, sem dúvidas.

O Twitter até oferece o recurso de edição, mas ele só está disponível por meio da assinatura do Twitter Blue. Pelo Mastodon, existe essa funcionalidade e ela é gratuita.

Informações via Wired

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!