O surgimento da bomba atômica muitas vezes é associado à imagem de Albert Einstein. O físico alemão que desenvolveu a Teoria da Relatividade Geral também fez contribuições para a Física Nuclear com sua famosa equação em que a energia é equivalente ao produto da massa pelo quadrado da velocidade da luz. Entretanto, sua atuação no surgimento da bomba atômica não vai muito além disso.

A equação E = mc² de Einstein preparou o caminho para o estudo da energia nuclear e consequente bomba atômica, mas quem realmente é creditado como o criador da tecnologia é o físico norte-americano J. Robert Oppenheimer.

Quem foi J. Robert Oppenheimer?

Oppenheimer é um físico-químico norte-americano filhos dos  judeu-alemães, Julius e Ella Oppenheimer. Ele formou-se bacharel em química em 1925 na Universidade de Harvard e em 1927 concluiu seu doutorado no Instituto de Física Nuclear da Universidade de Göttingen, na Alemanha. 

Após isso, no início de 1928 ele voltou para os Estados Unidos para lecionar na Universidade de Berkeley e no Instituto de Tecnologia da Califórnia. Alguns anos mais tarde ele passa a integrar o Projeto Manhattan que criou a bomba atômica. 

publicidade
J. Robert Oppenheimer (Imagem: Divulgação)

O projeto Manhattan

Com a chegada da Segunda Guerra Mundial, o medo era que o regime nazista ser o desenvolvesse primeiro a tecnologia da bomba atômica. Assim, físicos como Leo Szilard, Edward Teller e Eugene Wigner e o próprio Albert Einstein pressionaram Roosevelt, presidente dos EUA na época, a criar um programa nuclear.

A pressão dos físicos resultou no Projeto Manhattan. O projeto estendeu-se por cerca de quatro anos, no período de 1942 a 1946. J. Robert Oppenheimer tornou- se diretor científico de um dos principais laboratórios do projeto, o Laboratório de Los Alamos.

Oppenheimer foi o responsável por desenvolver e testar a primeira bomba atômica da história, a “Trinity”. A bomba atômica foi testada no dia 16 de julho de 1945 no deserto de Jornada del Muerto, no Novo México. A Trinity foi testada menos de um mês antes das bombas Little boy e Fat man, lançadas em Hiroshima e Nagasaki, respectivamente, que também foram desenvolvidas em Los Alamos de Robert Oppenheimer.

Leia mais:

Bombas atômicas

As bombas atômicas desenvolvidas por Robert Oppenheimer funcionam a partir da fissão de átomos enriquecidos. O físico ajudou a desenvolver dois tipos de ogivas, as bombas de implosão que usavam Plutônio-240 e as bombas de disparo que funcionam a partir de Urânio-235. Após o lançamento das bombas no Japão, Einstein ficou devastado por ter sua imagem associada ao acontecimento. Oppenheimer morreu de câncer na garganta, aos 62 anos de idade.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!