Após completar a construção de sua primeira estação espacial, a China terá moedas comemorativas em relação ao feito.

O Banco das Pessoas da China lançou, nesta segunda-feira (9), moedas em ouro e prata. A primeira apresenta a estação Tiangong mostrado com a espaçonave da tripulação Shenzhou e os veículos de carga Tianzhou ancorados em cada extremidade do módulo central Tianhe.

publicidade

Leia mais:

A renderização gravada também captura as grandes matrizes solares que se estendem dos módulos da cabine do laboratório Wentian e Mengtian e um taikonauta chinês vestindo traje espacial Feitian no final do braço robótico da estação espacial.

publicidade

O design reverso é completado com o logotipo do Chinese Manned Spaceflight Project (CMS), as palavras “China Space Station” (em chinês) e a denominação 50 yuan. A moeda de ouro de 24 quilates de 18 mm é limitada a 20 mil peças.

Já a moeda de prata tem 30 gramas e representa dois taikonautas trabalhando fora da estação espacial. Um dos astronautas está montado no final do braço robótico, enquanto o outro está meio fora de uma câmara de descompressão. Ao contrário da moeda de ouro, a de prata é parcialmente colorida, com pano de fundo do espaço representado nas cores luminescentes roxo, rosa, azul e verde.

publicidade

À esquerda da cena extraveicular estão pequenas representações da estratégia de desenvolvimento de “três etapas”, ou fases, pelas quais o programa espacial da China passou para levar seu programa de voos espaciais tripulados para onde está agora. As três etapas mostradas são o lançamento de espaçonaves tripuladas, a implantação de laboratórios de módulo único e, finalmente, a estação espacial multimódulo como existe hoje.

publicidade
Imagem: Banco das Pessoas da China

Como a moeda de ouro, o reverso da prata também exibe o logotipo da CMS, “Estação Espacial da China” (em chinês) e o valor de 10 yuans. Ela tem 40 mm e é limitada a circulação máxima de 50 mil peças.

Tanto as moedas de ouro quanto as de prata compartilham design anverso ou frontal comum com o emblema da República Popular da China, bem como o país (China) e o ano de emissão (embora as moedas sejam lançadas em 2023, elas são datadas de 2022, ano em que a estação espacial foi declarada completa).

As moedas foram cunhadas pela Shenzhen Guobao e serão distribuídas pela China Gold Coin. Os detalhes da venda, incluindo os preços das duas moedas, estão no site da China Gold Coin Network.

Além das moedas, o país também lançou quatro selos postais para celebrar o feito.

Imagem: Serviço Postal da China

No passado, a China já fez coisas similares, como quando lançou moedas celebrando sua primeira missão a Marte. Intitulado “Estação Espacial da China”, apresenta ilustrações do foguete de carga pesada Longa Marcha 5B, ícones de diferentes disciplinas científicas, dois taikonautas em uma caminhada espacial e a estação espacial concluída.

Os selos, que devem estar disponíveis por seis meses, têm um valor nominal de cerca de R$ 1 e vendidos a cerca de R$ 5. Eles são limitados a 8 milhões de conjuntos e 1,1 milhão de folhetos.

Com informações de Space.com

Imagem destacada: Banco das Pessoas da China

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!