O Departamento de Transporte de Utah (UDOT) planeja substituir uma rota estreita e sinuosa que leva até uma área de esqui em Salt Lake City por um passeio de 13 km em um bondinho elétrico. A mudança tornaria o local acessível por transporte público, diminuindo o tráfego de carros na rodovia e até 56% das emissões na região, dizem as autoridades.

O percurso planejado para o bondinho passa por quatro estações de esqui e foi uma proposta para contornar os problemas de trânsito na rodovia SR 210, conhecida como o trecho mais propenso a avalanches em toda a América do Norte.

Ao todo o passeio acima da rodovia levaria 37 minutos até chegar no ponto final. Imagem: UDOT/Divulgação

Leia mais:

Segundo o UDOT, em dias de muita neve é quase impossível passar pela estrada. Avalanches e acidentes também podem causar engarrafamentos quilométricos. O departamento propôs outras soluções possíveis, no entanto, construir um teleférico acima da rodovia foi o plano escolhido e está atualmente em fase de discussão.

publicidade

O gerente do projeto, Josh Van Jura, diz que cada bondinho pode transportar até 32 passageiros por vez e conta com assentos aquecidos, portas USB integradas e até carregadores sem fio para celular. Em tese, seria possível levar mais de 1.000 pessoas por hora no mesmo trajeto onde hoje rodam 7 mil veículos por dia, destacou.

Imagem: UDOT/Divulgação

A proposta inclui ainda a construção de uma estação base com milhares de vagas de estacionamento, aluguel de equipamentos de esqui, restaurantes e lojas. O custo estimado para tirar a ideia do papel pode ultrapassar US$ 1 bilhão.

Segundo o comentário de um cidadão local no Electrek, a maioria dos habitantes da cidade é contra o bondinho por ser muito caro de implementar. O custo da passagem também não foi especificado e pode ficar em até 20 dólares. A decisão se o projeto prosseguirá ou não será tomada até o dia 26 de fevereiro.

Imagem principal: UDOT/Divulgação

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!