Em comunicado, a Meta disse que está aumentando seus gastos com a segurança pessoal de Mark Zuckerberg, CEO da empresa. A companhia divulgou o seguinte:

  • A Meta aumentará em 40% o pagamento destinado à segurança do CEO;
  • Desde 2018, o subsídio para segurança de Zuckerberg está fixado em US$10 milhões por ano, agora o valor será de US$14 milhões;
  • Atualmente, o fundador do Facebook é a 16ª pessoa mais rica do mundo, conforme a lista de bilionários da Forbes.

O Comitê de Remuneração, Nomeação e Governança da Meta explica que o dinheiro será descrito como pagamento adicional para custear “equipamentos, serviços, melhorias residenciais ou outros custos relacionados à segurança”, garantindo proteção a Zuckerberg e sua família.

publicidade

Leia mais:

Além dos gastos com segurança, a Meta também deve ter outras despesas com pagamentos ao fundador da empresa. Em 2021, foram cerca de US$27 milhões em benefícios adicionais.

publicidade

Mas e as finanças da Meta?

Em novembro de 2022, a Meta anunciou a demissão de 11 mil funcionários, cerca de 13% de sua força de trabalho.

Em e-mail enviado aos funcionários, Zuckerberg disse:

publicidade

Quero assumir a responsabilidade por essas decisões e por como chegamos aqui. Sei que isso é difícil para todos e sinto muito especialmente pelos afetados

De acordo com o Financial Times, a empresa planeja realizar mais demissões a partir de março, após a conclusão das avaliações de desempenho da equipe.

Inédito! Facebook alcança 2 bilhões de usuários ativos por dia

O Facebook atingiu a marca de 2 bilhões de usuários ativos diariamente (DAUs, na sigla em inglês) em dezembro de 2022, o que representa um aumento de 70 milhões de internautas em relação ao quarto trimestre de 2021.

publicidade

Nos últimos três meses do ano passado, a empresa também conseguiu atrair cerca de 16 milhões de novos usuários. As informações vêm de um relatório divulgado pela Meta.

Com informações de The Guardian

Imagem destaque: Frederic Legrand – COMEO/ Shutterstock

Para mais informações acesse a matéria completa.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!