Em entrevista à ABC News, o CEO da OpenAI, Sam Altman, disse que está “um pouco assustado” com a inteligência artificial e como ela pode afetar a força de trabalho, ser usada na desinformação em larga escala e em ameaças cibernéticas.

Temos que ter cuidado aqui. Acho que as pessoas deveriam ficar felizes por termos um pouco de medo disso.

Disse Sam Altman.

Leia mais:

Quando questionado pela repórter Rebecca Jarvis sobre o motivo de estar com medo, Altman respondeu que, se não estivesse com medo, “você não deveria confiar em mim ou ficaria muito infeliz por eu estar nesse trabalho”.

Ele também comentou os impactos da IA no mercado de trabalho e na educação:

publicidade

Vai eliminar muitos empregos atuais, isso é verdade. Podemos fazer outros muito melhores. A educação terá que mudar. Mas já aconteceu muitas outras vezes com a tecnologia. Quando obtivemos a calculadora, a maneira como ensinamos matemática e como testamos os alunos mudou totalmente.

Altman também mencionou sua preocupação com a inteligência artificial desenvolvida por “regimes autoritários”, uma clara referência ao Ernie Bot lançado recentemente pelo Baidu, mecanismo de busca da China.

“Nós nos preocupamos muito com governos autoritários desenvolvendo isso”, disse.

O executivo também ressaltou preocupações com a desinformação e ameaças cibernéticas envolvendo a IA.

Estou particularmente preocupado que esses modelos possam ser usados ​​para desinformação em larga escala. Agora que eles estão melhorando na escrita de códigos de computador, [eles] podem ser usados ​​para ataques cibernéticos ofensivos.

Novo ChatGPT cria site do zero, descreve imagem e entende humor

O novo modelo de linguagem de IA do ChatGPT, o GPT-4, foi lançado nesta terça-feira (15), como falamos aqui no Olhar Digital. Segundo a OpenAI, a ferramenta ficou “mais criativa e colaborativa do que nunca”, com a capacidade de “resolver problemas difíceis com mais precisão”. Atualmente, o GPT-4 já está disponível no ChatGPT Plus e no mecanismo de busca da Microsoft, o Bing.

Algumas novidades importantes foram apresentadas em um teste com a atualização do ChatGPT. A live completa está disponível aqui. O chatbot foi capaz de:

  • Criar um site.
  • Resumir artigos com precisão.
  • Fazer rimas.
  • Entender imagens.
  • Compreender piadas.

Veja a reportagem completa aqui.

Com informações de ABC News e New York Post.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!