Nos últimos meses, a Força Aérea dos Estados Unidos estava realizando testes com um míssil hipersônico lançado a partir do ar, fabricado pela Lockheed Martin. Mas devido a sucessivas falhas, o líder de aquisição anunciou que eles decidiram que não vão mais comprar a arma.

A arma de resposta rápida AGM-183A do serviço, ou ARRW, seria a primeira arma hipersônica dos Estados Unidos a entrar em operação, principalmente depois de um teste bem sucedido realizado em dezembro.

No teste, o míssil hipersônico atingiu cinco vezes a velocidade do som e atingiu todos os principais objetivos. Mas de acordo com o Defense News, Frank Kendall, secretário da Força Aérea dos EUA, disse que outro teste realizado mais recentemente em março falhou. Depois disso, foi anunciado pelo líder de aquisição, Andrew Hunter, que a USAF concluirá o teste da arma, mesmo que ela não vá mais ser comprada.

Embora a Força Aérea atualmente não pretenda prosseguir com a aquisição de ARRW assim que o programa de prototipagem for concluído, há um benefício inerente em concluir os voos de teste completos para obter o aprendizado e os dados de teste que ajudarão a informar futuros programas hipersônicos.

Andrew Hunter, em resposta a Defense News

Leia mais:

publicidade

A data de quando exatamente aconteceu o teste que pôs fim ao projeto de aquisição do ARRW não foi divulgada. Mas de acordo com o Gabinete do Secretário de Defesa em uma declaração ao Florida Today, em março outro teste do míssil hipersônico foi eliminado da Base de Lançamentos do Cabo Canaveral, na Flórida, “como resultado de verificações pré-voo”.

O desenvolvimento de armas hipersônicas é uma tecla que o Pentágono já vem batendo há muito tempo com os políticos dos Estados Unidos. De acordo com eles, a Rússia e a China já possuem mísseis hipersônicos prontos para serem usados. No entanto, mesmo que o ARRW tenha sido cancelado, esse não é um único projeto do país.

A Força Aérea tem trabalhado em outras armas hipersônicas como o Míssil de Cruzeiro de Ataque Hipersônico (HACM) e a  Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARMA) realizado diversas testagens de protótipos, inclusive produzidos pela Lockheed Martin.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!