Gerir um negócio não é uma tarefa simples e exige muito esforço, conhecimento e dedicação de quem assume essa posição.

  • De acordo com o IBGE, 48% das empresas brasileiras fecham em até três anos e o principal motivo é a falta de gestão eficiente.
  • Os dados mostram que 25% dos empreendedores brasileiros que encerraram suas empresas apontaram a falta de gestão como um dos motivos principais para a falência.

E nesse mundo dos negócios em constante mudança, é essencial que as empresas busquem formas de se adaptar para se manter e, então, crescer de maneira constante. Para isso, ter líderes experientes, que dominem determinados assuntos e que conheçam a operação no detalhe, faz toda a diferença no momento de planejar uma estratégia ou definir um rumo diferente para o negócio.

Leia mais:

O modelo tradicional, de um chefe que é a voz da razão dentro do negócio, já é mais do que ultrapassado. Afinal, é praticamente impossível que uma única pessoa seja capaz de dominar todos os aspectos do negócio, desde a gestão financeira até o marketing e as operações. É preciso que a alta liderança assuma isso.

publicidade

Ao compartilhar a liderança com pessoas especialistas em cada área, é possível contar com uma equipe que possui a expertise necessária para gerenciar cada aspecto do negócio de maneira eficiente. Isso leva a melhores decisões estratégicas, maior eficiência operacional e a uma cultura empresarial mais forte e saudável.

Desenvolvimento e retenção de talentos

Outra razão pela qual compartilhar a liderança é importante é o fato de que isso desenvolve e ajuda a reter talentos dentro da empresa, algo primordial para o crescimento dos negócios. Ao empoderar todos os colaboradores a exercerem algum tipo de liderança no dia a dia, seja em algum projeto ou atividade, as pessoas se sentem mais motivadas e engajadas com o trabalho, o que leva a uma maior produtividade e criatividade.

Olhando para o mercado, temos diversos casos de diretores que entraram em companhia anos atrás como estagiários, se desenvolveram e cresceram como profissionais, se especializaram em sua área de conhecimento e hoje tocam parte do negócio. Quando as pessoas têm a oportunidade de assumir responsabilidades e tomar decisões importantes, elas se sentem valorizadas e reconhecidas.

No entanto, para que o compartilhamento da liderança seja efetivo, é importante que haja uma cultura empresarial de colaboração e respeito mútuo. Todos devem se sentir valorizados e respeitados em suas áreas de atuação, e as decisões devem ser tomadas de forma transparente e justa.

A empresa que investe em treinar e desenvolver líderes que dominam suas áreas de atuação está garantindo um futuro mais promissor e competitivo. Com uma equipe de líderes especializados e uma cultura empresarial forte, as empresas podem crescer e se adaptar às mudanças do mercado com mais facilidade e obter melhores resultados em todos os aspectos do negócio.

Imagem: Sergey Nivens/Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!