Após o cancelamento do lançamento do Starship nesta segunda-feira (17), a SpaceX já tem uma nova data para lançar o maior foguete do mundo. A empresa de Elon Musk reservou a próxima quinta-feira (20), às 10h29 (horário de Brasília) para o teste.

  • Começando às 10h29, a empresa terá uma janela de 69 minutos para realizar o lançamento;
  • O Starship deveria ter feito um voo quase orbital nesta terça;
  • O evento, entretanto, foi cancelado de última hora devido ao congelamento de uma válvula de pressurização;
  • Agora, a SpaceX colocou a quinta como nova data para realizar o lançamento.

A tentativa fracassada não pegou de surpresa Elon Musk, CEO da empresa, que desde o começo vem pedindo cautela com o teste do Starship. O bilionário vem dizendo há dias que a prioridade é evitar uma explosão e que para isso podem ser necessários adiamentos.

Este é um voo muito arriscado. Isso não é algo certo 

Elon Musk via Twitter no sábado (15)

Leia mais:

Tentativa fracassada de lançamento do Starship

Com 120 metros de altura, o maior veículo espacial já construído na história da humanidade – e o mais poderoso de todos os tempos – estava posicionado em uma plataforma na Starbase, a base de lançamento da empresa em Boca Chica, no Texas, quando a contagem regressiva foi interrompida, a apenas 40 segundos da decolagem.

publicidade

De acordo com Musk foi detectada uma falha em uma válvula de pressurização. “Uma válvula de pressurização parece estar congelada, portanto, a menos que comece a operar em breve, não há lançamento hoje”, publicou o empresário no Twitter.

Como deve ser o primeiro voo do foguete?

  • Durante o primeiro voo de teste, serão utilizados os protótipos Booster 7 e Ship 24; 
  • Originalmente, seria um teste de voo orbital, no entanto, houve uma mudança nos planos, e o veículo não deve atingir a velocidade suficiente para alcançar a órbita; 
  • Se a próxima tentativa seguir o plano de voo que aconteceria nesta segunda, cerca de 2min49s após a decolagem do foguete;
  • Haverá a separação dos dois estágios, com o B7 caindo em um lugar pré-determinado no Golfo do México;
  • Enquanto os motores da Ship 24 serão acionados para impulsionar a espaçonave em sua trajetória “quase orbital” sobre o planeta;
  • Aproximadamente 1h30 depois, a cápsula está programada para pousar com a ajuda de paraquedas em um mergulho suave no Oceano Pacífico.

O Starship não sai do chão há quase dois anos, e seu voo anterior foi apenas um salto em comparação com o teste de voo integrado. Em maio de 2021, um protótipo de estágio superior de três motores chamado SN15 subiu cerca de 10 km nos céus acima da Starbase antes de voltar à Terra em um pouso vertical.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!