O nome por trás das hashtags, Chris Messina, optou por se deixar o Twitter no último sábado (15) por conta do novo formato de verificação de contas adotado pela rede social.

A decisão também ganhou força supostamente após Messina perder o selo de tique azul da sua conta. Ao The Verge, o ator alfinetou Musk e disse que a plataforma “merecia mais dignidade e consideração do que recebeu nos últimos seis meses” — seu perfil permanece no ar como privado. 

Leia mais:

O que são hashtags e por que são importantes?

  • Uma hashtag é uma palavra ou frase-chave colocada após o símbolo ‘#’ (cerquilha).
  • Ela pode ser usada em postagens nas redes sociais para encontrar um determinado tópico do seu interesse com mais facilidade. 
  • Em 2007, Messina foi o primeiro a sugerir o uso do recurso para organizar grupos no microblog e acabou criando uma tendência que praticamente define a rede social até hoje.

As hashtags também ganharam adeptos em outras plataformas como o Instagram. Atualmente, podem ser usadas no Twitter para encontrar as principais postagens sobre um tema, tuítes mais recentes, fotos e até vídeos relacionados.

publicidade

O novo dono do Twitter, entretanto, já disse que não é muito fã da ideia. Em resposta a postagem de um usuário criada pelo ChatGPT, Musk respondeu que “odeia hashtags”. Desde então, já circulam rumores de que o bilionário pode até remover a função da plataforma.

Twitter agora rotula postagens com discurso de ódio

Falando em mudança, o Twitter anunciou uma nova política que promete mais transparência quando o assunto são tuítes ofensivos alvos de moderação. Agora, quando uma postagem violar as políticas da rede social, a empresa pode rotular e limitar a visibilidade das postagens. Saiba mais sobre a novidade aqui.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!