Você não leu errado. O Twitter, de Elon Musk, mudou de nome. Mas apenas sua razão social.

A razão social de uma empresa é o nome no qual ela é registrada em órgãos governamentais, por exemplo, e para obter seu CNPJ (no Brasil).

Leia mais:

Logo, só a razão social do Twitter mudou, e não seu nome fantasia (como a empresa se apresenta a seu público). A rede social se chamava Twitter, Inc., e, agora, chama-se X Corp., segundo um documento jurídico da Califórnia obtido pelo TechCrunch.

publicidade

Como a companhia não é mais pública, tais alterações não são mais informadas à SEC (órgão que cuida das companhias de capital aberto nos EUA, semelhante à CVM no Brasil).

O documento, visto em 4 de abril, está relacionado ao processo da ativista de extrema-direita Laura Loomer contra o Twitter e o Facebook, e indica que a “Twitter, Inc. foi incorporada pela X Corp. e não existe mais”.

Novas pistas do super app “X”?

O novo nome do Twitter remete mais uma vez ao super app que Elon Musk já esboçou no passado, o “X”, chamado por ele de “o app de tudo”. Pode-se dizer que o X se assemelharia ao chinês WeChat, que é um mensageiro, app de pagamentos, compartilhador de caronas, delivery de comida e outros serviços, tudo em um único app.

Musk admira o WeChat por sua conveniência e utilidade. Ainda assim, seu domínio único pode não ser replicável fora da China. A nova nomenclatura da rede social também faz jus ao X.com, startup de serviços financeiros do bilionário que, anos depois, virou o PayPal.

Apesar de toda essa movimentação e um certo rumor da possibilidade de Musk criar o X, isso ainda parece estar longe, pois, dentre suas empresas, só o Twitter precisa de muita atenção agora, com seus inúmeros bugs, falta de pessoal e dívidas crescentes.

Com informações de TechCrunch

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!