Steve Woziniak, cofundador da Apple, alertou que a inteligência artificial (IA) pode dificultar a identificação de golpes e desinformação.

Para quem tem pressa

  • Wozniak ajudou a fundar a Apple junto de Steve Jobs em 1976;
  • Recentemente, ele assinou a carta do Instituto Future of Life pedindo uma pausa no desenvolvimento de sistemas de IA;
  • Para ele, a IA é tão inteligente que “está aberta” para usuários mal-intencionados;
  • Ferramentas como o ChatGPT têm a capacidade de escrever textos inteligentes que podem ser usados para tornar golpes mais convincentes;

A inteligência artificial é tão inteligente que está aberta às pessoas mal-intencionadas, aquelas que querem te enganar sobre quem elas são.

Steve Woziniak, cofundador da Apple

Leia mais:

Wozniak disse que os seres humanos devem ser responsabilidade por qualquer coisa gerada por IA disponibilizada publicamente.

inteligência artificial
Imagem: shutterstock/Gmx Pixel

Para isso, ele também considera importante uma regulamentação dessas ferramentas. Assim, as grandes empresas que “sentem que podem se safar de qualquer coisa” se responsabilizarão por suas criações. Contudo, esse não deve ser o caminho mais provável:

publicidade

Acho que as forças que buscam dinheiro geralmente vencem, o que é meio triste.

Steve Woziniak, cofundador da Apple

Alertas sobre a IA

O cofundador da Apple se junta a outras figuras da tecnologia que têm alertado sobre o potencial perigoso da IA.

Michael Schwarz, economista-chefe da Microsoft, disse na semana passada que a IA pode ser perigosa se usada por “mãos erradas” e defendeu a regulamentação da IA.

Estou confiante de que a IA será usada por maus atores e, sim, causará danos reais. Antes que a IA pudesse tomar empregos, certamente poderia causar muitos danos nas mãos de spammers, pessoas que querem manipular eleições e assim por diante.

Michael Schwarz, economista-chefe da Microsoft.

Recentemente, Geoffrey Hinton, considerado o “padrinho da IA”, disse que se arrepende de seu trabalho por causa de pessoas mal-intencionadas que vão usar a tecnologia para “coisas ruins”.

Durante a Cúpula Mundial do Governo em Dubai, Elon Musk — que também assinou a carta do Future of Life — disse que as IAs são uma “grande promessa”, mas também um “grande perigo” para a civilização. 

O CEO da Tesla afirmou que, assim como qualquer tecnologia que apresente risco às pessoas, a IA precisa de uma regulamentação.

Na última semana, os CEOs do Google, Microsoft e OpenAI foram convocados a depor na Casa Branca para garantir que seus produtos de IA são seguros aos usuários.

Com informações de Fortune.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!