O Brasil registrou dois primeiros casos de influenza aviária de alta patogenicidade (IAAP) em duas aves silvestres no litoral do Espírito Santo. O influenza H5N1, vírus causador dessa gripe, já registra milhões de casos no mundo todo desde outubro de 2021.

Leia mais:

Com os primeiros registros no Brasil, o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, descartou o risco de restrições comerciais em negociações com o país. Fávaro confirmou a identificação dos dois casos nesta segunda-feira (15).

“Quero dizer à indústria de carne de aves, em especial, que não há risco de nenhum tipo de restrição comercial porque são aves silvestres, o sistema está funcionando, mas temos que dar clareza, transparência e agilidade para continuar com nosso sistema de defesa sendo reconhecido como eficiente para os nossos produtores”.

Carlos Fávaro

O que aconteceu

  • As aves silvestres marinhas diagnosticadas com o vírus são da espécie Trinta-Réis-de-Bando.
  • Segundo o ministro, as duas aves foram localizadas a 130 quilômetros do litoral do ES.
  • Mesmo com os dois casos, o Brasil ainda é considerado um país livre de influenza aviária de alta patogenicidade, portanto, os demais países da Organização Mundial da Saúde Animal (OMSA) não deverão impor restrições comerciais de produtos agrícolas ao país.

“Como sempre, vamos tratar o assunto com a maior transparência e eficiência que o assunto requer” — afirmou o ministro em uma publicação no Instagram. “Já estamos adotando todas as providências e reforçando o alerta para que todos façam sua parte (…) Não há risco para a nossa alimentação. Mas, reforço, se avistar alguma ave doente, evite contato e chame o serviço veterinário”, concluiu o ministro.

publicidade

Gripe aviária no mundo

O novo surto da gripe aviária causada pelo vírus influenza H5N1 se espalha por diversas espécies de aves e mamíferos no mundo todo — e já registra milhões de casos. A contaminação já foi registrada em fazendas na Espanha, em granjas nos EUA e em até leões-marinhos no Peru. O Chile também registra um caso de gripe aviária em humano.

Com informações de CNN

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!