O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), é um patrimônio em dinheiro ao qual o trabalhador pode sacar em casos de demissão sem justa causa ou doença grave.

Desse modo, que em casos de demissão por justa causa, o trabalhador automaticamente perde o direito ao benefício.

O Olhar digital trouxe informações detalhadas de como acessar ao benefício.

Leia mais:

publicidade

FGTS, como funciona?

Antes de tudo, o empregador deposita mensalmente o valor referente ao benefício, e os beneficiários podem retirá-lo em condições autorizadas pela CAIXA.

Assim sendo, é importante ressaltar que uma conta se torna inativa se não estiver registrando movimentações. A saber, o saldo permanece retido até que o trabalhador volte a se enquadrar em uma situação que permita novamente fazer o saque.

Quem tem o direito?

A princípio, para ter direito ao benefício, é necessário que a pessoa faça parte dos requisitos citados logo abaixo:

  • Ser trabalhador brasileiro com contrato de trabalho formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT);
  • Trabalhador rural;
  • Empregado doméstico;
  • Trabalhador temporário ou avulso;
  • Safreiro em período de colheita;
  • Atleta profissional;

Baixe o aplicativo

A saber, o beneficiário deve baixar o aplicativo do FGTS (Android| IOS) para acompanhar as movimentações do seu benefício. As funcionalidades do aplicativo incluem:

  • Conferir saldos e extratos das suas contas FGTS;
  • Realizar saques por motivos de rescisão ou aposentadoria;
  • Escolher um banco para receber os valores;
  • Enviar documentação para ter direito ao saque retido;
  • Simular saque-aniversário;
  • Consultar valores depositados no PIS;

Fazer o saque

O saque pode ser feito digitalmente através do aplicativo FGTS. Conforme é citado nas diretrizes do sistema, A CAIXA permite que você envie o valor para a conta de outro banco sem cobrança de taxa de transferência. Além disso, o dinheiro fica disponível após 5 dias úteis da sua solicitação.

Passo 1

Na tela inicial, toque no botão “Meus saques”; ⁣Imagem mostrando tela inicial do FGTS

Passo 2

Deslize a tela e toque em “Minha conta bancária”; ⁣Imagem mostrando opções referentes ao FGTS dentro do app

Passo 3

Toque no botão “Cadastrar conta bancária”, realize o cadastro da sua conta e toque em “Continuar”. Se houver saldo, selecione o tipo de saque para retirar o dinheiro; ⁣Imagem mostrando tela de cadastro

Precisa ter uma conta da CAIXA?

  • A princípio, para acessar o aplicativo do FGTS é preciso que o usuário previamente tenha o CPF vinculado a uma conta da CAIXA. O cadastro pode ser realizado no próprio aplicativo do benefício.• Na tela inicial, toque no botão “Entrar no aplicativo”;
  • Dessa forma, o usuário deve Tocar no link “Cadastre-se”;
  • O usuário deve preencher os dados pessoais conforme forem solicitados;
  • Digite duas vezes seu e-mail e selecione “Próximo”;
  • Crie e confirme uma senha;
  • Toque em “Não sou um robô” e em “Cadastre-se”;
  • No e-mail enviado, toque no link de confirmação;
  • Logo após o procedimento anterior o usuário deverá digitar o login, senha e tocar em “Continuar”;
  • Finalmente o usuário deverá responder às perguntas de verificação, conforme solicitado;
  • Toque em “Li e concordo com as condições de serviço”;
  • Toque em “Continuar”.

Como consultar o saldo?

A conferência do saldo do FGTS pode ser realizada das três seguintes formas:

  1. – Entrando na conta por meio do aplicativo para dispositivo móvel do FGTS;
  2. – Ligando para o número 0800 726 0207;
  3. – Via internet Banking CAIXA, caso você seja cliente através do endereço eletrônico (internetbanking.caixa.gov.br);

Em suma, vale ressaltar que a consulta via aplicativo exige que o usuário acesse a conta com o número do CPF ou NIS (PIS/Pasep), disponível na carteira de trabalho.

Acima de tudo, no caso do Internet Banking, a plataforma requer o nome do usuário para fazer o login. Em contrapartida, na consulta pelo celular, as informações sobre movimentações são passadas por meio do SMS.

Modalidades de saque disponíveis

A saber, é importante frisar que o beneficiário possui 4 formas de efetuar o saque:

1 – Saque-Rescisão:

Modalidade padrão ao ingressar no regime CLT, o trabalhador tem direito a esse saque ao ter o contrato de trabalho rescindido sem justa causa por parte do empregador;

2 – Saque-Aniversário:

A modalidade é opcional e nela o trabalhador tem direito a retirar o saldo após dois meses da data do seu aniversário. Em caso de demissão, não será possível sacar o valor integral da conta, somente a multa rescisória;

3 – Saque aposentadoria:

O valor é concedido ao trabalhador que se aposentou. A CAIXA ainda permite que o dinheiro de todas as contas com saldo seja retirado;

4 – Saque doenças graves:

O trabalhador ou dependente que estiver acometido por doença grave pode sacar o valor do FGTS.

Para mais informações detalhadas, o usuário deve acessar o link logo abaixo:

https://www.fgts.gov.br/Pages/sou-trabalhador/demais-saques.aspx

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!