A Tesla decidiu liberar o uso de suas estações Supercharger, de carregamento para veículos elétricos, para a Ford, na semana passada. Para a surpresa de muitos, agora a montadora obtém acesso à maior rede de carregamento rápido dos Estados Unidos e pode preocupar a concorrência, como a General Motors.

Leia mais:

Liberação do uso dos carregadores

  • Na semana passada, o CEO da Ford, Jim Farley, participou de ligação no Twitter Spaces com o CEO da Tesla, Elon Musk, em que revelou o compartilhamento das estações Supercharger;
  • Os clientes da montadora poderão usar os mais de 12 mil pontos de carregamento da Tesla espalhados pelos Estados Unidos a partir do começo de 2024, como informou a CNBC;
  • Ainda, a próxima geração de veículos da Ford terá o plugue padrão de carregamento estadunidense da Tesla, ao invés do plugue CCS, justamente para usar as estações;
  • À CNBC, Farley provocou que, agora, a GM e outras montadoras “terão grande escolha a fazer”;
  • Ele questionou se as empresas continuarão a optar por manter o padrão do carregamento e cobrar menos, ou se também vão se adaptar para ter carregamento mais rápido (no caso, o da Tesla);

tesla
Ponto para a Tesla: mais uma montadora se junta ao seu sistema de carregamento (Imagem: Kevin McGovern/Shutterstock)

Resposta da GM

A GM não respondeu diretamente ao CEO da Ford, mas declarou que “acredita que redes e padrões de carregamento abertos são o melhor caminho a seguir para permitir a adoção de EVs em todo o setor”.

publicidade

A montadora ainda acrescentou que está trabalhando em outro padrão de plugue, que será crucial para “construção de rede aberta de carregamento rápido na América do Norte”.

Logomarca da Ford em prédio da montadora
A partir do ano que vem, consumidores da Ford poderão ampliar os locais de carregamento (Imagem: Jonathan Weiss/Shutterstock)

Reação dos consumidores e mercado

  • Analistas afirmam que o anúncio da parceira da Tesla e da Ford pode ser negativo para a GM e outras montadoras a curto prazo;
  • Isso porque o interesse do consumidor também está relacionado com a capacidade de recarregar seu carro de forma rápida e em qualquer lugar;
  • A notícia também é positiva para os consumidores da Ford, que terão mais opções de carregamento;
  • Ainda, os analistas acreditam que, mesmo que a GM não tenha que se preocupar tão rapidamente, quem saiu na frente no final foi a Tesla: a empresa está pensando no futuro a longo prazo e conseguiu fazer a Ford se juntar ao seu padrão de carregamento;
  • Se mais empresas o fizerem, mais sucesso para a Tesla.

Com informações de Inside EVs

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!