Um pesquisador da Nvidia resolveu criar um bot chamado Voyager para poder jogar Minecraft e ele utiliza o ChatGPT para conseguir otimizar o que faz dentro do game, aumentando até a experiência para o “jogador”. O software tira proveito da versão mais recente da IA, o GPT-4 e pergunta para a IA o que fazer com as ferramentas que encontra no famoso game.

Leia mais:

O que você deve saber:

  • O bot foi criado por um pesquisador da Nvidia e utiliza o GPT-4, versão mais completa e competente da IA criada pela OpenIA
  • A ideia é jogar o bot dentro do mundo de Minecraft e ele vaga sozinho por lá, fazendo associações entre itens para criar ferramentas
  • O bot utilizou o ChatGPT para entender como unir uma vara de pesca com um lago com peixes e aprendeu a pescar
  • Ele conseguiu encontrar 3,3 vezes mais itens únicos que sua versão sem o GPT-4, percorreu distância 2,3 vezes maior e conquistou habilidades em um tempo 15,3 vezes menor

O ChatGPT é uma ferramenta muito mais complexa e com usos mais extensos do que apenas pedir para criar uma receita de bolo que não utiliza ovo, ou então escrever um texto para alguém, ou encontrar o termo correto para uma tradução mais informal. É o que pensou Linxi “Jim” Fan, quando pegou a versão mais recente e poderosa da IA generativa e colocou dentro do cérebro de um bot feito para Minecraft.

O bot foi criado para vagar pelo mundo dos blocos de Minecraft, enquanto é capaz de aumentar suas capacidades ao longo da jornada, criar os próprios códigos para novas ferramentas e assim aumentar sua eficiência dentro do game.

publicidade

Bot aprendeu a pescar com ChatGPT

Um exemplo é uma vara de pesca, encontrada pelo bot perto de uma pequena lagoa com peixes. O bot então utiliza o ChatGPT para tentar entender o que fará com estas duas coisas que vê. Ele modifica o próprio código para que consiga pescar, mas não somente jogar a linha e o anzol, esperando o peixe aparecer. O software vai aprendendo até onde e como é melhor fazer isso, para perder menos tempo esperando o resultado.

Desempenho do bot com ChatGPT em Minecraft, comparado com outros bots (Imagem: divulgação)
Desempenho do bot com ChatGPT em Minecraft, comparado com outros bots (Imagem: divulgação)

Com esse e outros exemplos, o time de desenvolvimento disse que o resultado desta capacidade de entender coisas e aprender formas mais eficientes fez o bot conseguir ferramentas únicas no game em uma velocidade 3,3 vezes mais rápida que sua versão sem o ChatGPT inserido.

O exemplo foi ter conseguido a picareta de madeira, depois pedra e ferro muito antes da versão mais simples do bot sequer perceber que juntando alguns itens, é possível criar uma picareta. Quando o Voyager conseguiu a versão de diamante desta ferramenta, seu parceiro menos inteligente ainda estava na de ferro.

O bot conseguiu cobrir uma área 2,3 vezes maior do game e desbloquear conquistas de habilidades 15,3 vezes mais rápido, que o bot sem o GPT-4.

Com informações: Ars Technica.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!