Que a Microsoft tenta forçar a adoção do Edge como navegador para usuários do Windows 11 não é novidade, mas agora um relato publicado no site The Verge mostra que a empresa teria até mesmo usado mensagens falsas do Bing Chat do navegador Edge para tentar evitar o download do Chrome.

O relato é do jornalista Sean Hollister. Ele comprou recentemente um computador novo com Windows 11 e abriu o navegador Edge para realizar uma tarefa simples: entrar no site do Chrome e fazer o download do browser do Google.

Leia mais:

Ao digitar “Chrome” na barra de busca, ele foi levado a uma janela com o chatbot do Bing com inteligência artificial. O problema é que a busca feita pelo chatbot era por “recursos do Bing”, e não por referências ao navegador rival do Google.

publicidade

O que o jornalista notou, ao seguir com as tentativas de baixar o Chrome, é que não era a inteligência artificial do ChatGPT integrada ao Bing que estava em ação: era uma mensagem pronta da Microsoft apresentada como se fosse gerada por IA.

Mensagem do Bing simulava, mas não era IA

Todas as vezes em que o jornalista buscava por “Chrome” ele recebia o mesmo texto como resposta, na mesma janela que simulava o chatbot do Bing. O texto em questão exaltava os recursos do Bing, especialmente os que envolvem uso de inteligência artificial.

Mensagem com informações sobre o Bing aparecia para quem buscava sobre o Chrome
Mensagem com informações sobre o Bing aparecia para quem buscava sobre o Chrome. Imagem: Reprodução/The Verge

“O Bing não é apenas um mecanismo de busca. É um chatbot, um criador de conteúdo, um agregador de notícias, e um programa de recompensas. O Bing oferece respostas maravilhosas, experiência de busca poderosa por imagens e vídeos, resultados de lugares e mapas confiáveis, e o Microsoft Rewards devolve coisas para você”, dizia a introdução do texto, com links para artigos noticiosos relacionados ao Bing.

Hollister diz que fez testes em diferentes computadores, smartphones e até pediu para pessoas em outras partes dos EUA fazerem as mesmas buscas, e todas retornaram para a mesma peça promocional disfarçada de chatbot.

Microsoft já deixou ideia de lado

Em meus testes, não consegui reproduzir os resultados de Hollister. Ao pesquisar por “Chrome”, recebi apenas a página convencional do Bing para quando alguém faz essa busca: antes dos resultados, um banner é exibido dizendo que eu não preciso de outro navegador e que o Edge seria o suficiente para minhas necessidades.

Questionada pelo jornalista, a Microsoft soltou uma resposta bastante genérica: “Nós frequentemente experimentamos novos recursos, experiência de uso, e comportamentos para testar, aprender e melhorar a experiência dos nossos usuários. Esses testes são frequentemente breves e não necessariamente o que é oferecido para consumidores,” diz o comunicado.

Ainda segundo Hollister, a Microsoft abandonou a ideia logo depois. Citando o diretor de marketing de produto Jason Fischel, da Microsoft, o jornalista disse que a empresa decidiu encerrar esse teste especificamente. Não está claro ainda se a empresa planejava tornar essa experiência padrão para todos os usuários — se esse era o projeto, ele já foi deixado de lado.

Via The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!