Um pênis de pedra de 15 centímetros foi descoberto recentemente durante escavações nas ruínas de um castelo medieval no município de Moaña, que fica no topo de uma colina com vista para a Ria de Vigono, no sudoeste da Espanha

De acordo com a versão espanhola da NatGeo, é muito comum encontrar objetos fálicos em sítios arqueológicos localizados em territórios romanos ou celtas. No entanto, isso é mais raro de acontecer em escavações na Europa medieval.

Por essa razão, o achado surpreendeu muito a equipe de pesquisadores, que se indagaram qual seria o significado da peça e para que ela era usada. Segundo Darío Peña, arqueólogo membro do grupo, materializa-se nesse objeto a associação simbólica entre violência, armas e masculinidade. “Uma associação que sabemos que existiu na Idade Média e que hoje também está presente na nossa cultura”.

Leia mais:

publicidade
Pênis de pedra com mais de 500 anos descoberto na Espanha surpreendeu os arqueólogos. Crédito: Árbore Arqueoloxía S.Coop.Galega

Finalidade do pênis de pedra descoberto na Espanha

Nos últimos três anos, Peña e seus colegas da Arbore Arqueoloxía têm escavado aquela região e revelado uma série de achados fascinantes. O pênis de pedra foi encontrado em 19 de maio, nos destroços da Torre de Meira, edifício principal do castelo, que foi destruído em 1476 durante as Guerras Irmandiño, uma revolta popular na qual camponeses se levantaram contra a nobreza espanhola.

Depois de ficar soterrada por centenas de anos, a Torre de Meira acabou por ser escavada em 1976, revelando um complexo de muralhas, um arsenal de armas, um fosso e uma grande torre de vigia.

Segundo os arqueólogos, ao contrário de artefatos semelhantes da época dos romanos, este objeto recém-descoberto não serviu de amuleto de boa sorte ou como item de decoração. 

Com base em arranhões distintos encontrados no pênis de pedra, eles acreditam que a peça foi usada como uma pedra ornamentada para afiar as espadas dos soldados, em uma exibição gritante de hipermasculinidade.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!